PSP identificou mais de 40 pessoas a circular  em incumprimento na via pública durante a Páscoa
Diário dos Açores

PSP identificou mais de 40 pessoas a circular em incumprimento na via pública durante a Páscoa

Previous Article Previous Article Açores é a região do país com menos médicos por mil habitantes
Next Article “A pobreza envergonhada é uma realidade ainda muito presente e frequente” “A pobreza envergonhada é uma realidade ainda muito presente e frequente”

No fim-de-semana da Páscoa, 41 pessoas foram identificadas pela PSP nos Açores por circularem na via pública em situação de incumprimento das normas em vigor. 
Recorde-se que a região esteve, entre Sexta-feira e Domingo, sujeita a medidas mais restritivas para evitar a propagação da covid-19, como o recolher obrigatório a partir das 15 horas e proibição de circular entre concelhos.
Neste período, a PSP levou a cabo a operação #Páscoa em Casa, “com o objectivo principal de garantir o cumprimento dos normativos em vigor, atendendo ao contexto pandémico vivenciado”.
Nos Açores, além das 41 identificadas, a polícia concretizou um total de 12 detenções, sendo de destacar 7 por condução sob o efeito de álcool, 3 por falta de habilitação legal para conduzir, 1 por tráfico de estupefacientes e 1 por furto e apreensão de 1 arma branca.
No que toca à segurança rodoviária, foram realizadas 54 acções de fiscalização, em que foram fiscalizadas 1429 viaturas e realizados 466 testes de submissão de controlo de álcool, tendo sido detectadas 163 infracções de natureza contraordenacional, das quais se destacam 17 por influência de álcool, ou seja, não se encontravam em condições de garantir uma condução segura (com valores de teste que qualificam o comportamento como contraordenação e não crime), 75 por excesso de velocidade, 39 por estacionamento indevido, 11 por falta de documentos, 7 por falta de uso de cinto de segurança e 3 por utilização de telemóvel durante a condução.
Em comunicado, a PSP destacou “o excelente espírito cívico de todos os cidadãos que, nesta época de tradição familiar, observaram as recomendações das autoridades de saúde por todo o território nacional e reduziram as suas deslocações, facilitando o cumprimento da missão da PSP”.

Share

Print
Ordem da notícia79

Theme picker