Número de óbitos nos Açores foi inferior à média nacional
Diário dos Açores

Número de óbitos nos Açores foi inferior à média nacional

Previous Article Previous Article Afinal ATL’s em São Miguel vão manter-se fechados
Next Article Turismo nos Açores cai 67% no primeiro trimestre deste ano Turismo nos Açores cai 67% no primeiro trimestre deste ano

No período de 5 a 18 de Abril (14ª e 15ª semanas de 2021) registaram-se no país, respectivamente, 1.992 e 1.948 óbitos, menos 203 e menos 170 óbitos que a média de 2015-2019, revelou ontem o INE.
 O número de óbitos por Covid-19 foi nessas duas semanas de 33 e de 28, representando, respectivamente, 1,7% e 1,4% do total de óbitos.
Dos 3.940 óbitos entre 5 e 18 de abril, 68,8% corresponderam a pessoas com idades iguais ou superiores a 75 anos. 
Comparativamente com a média de 2015-2019, o número de óbitos reduziu-se em todos os grupos etários, com excepção do grupo etário 65 a 69 anos (+12,2%).
As regiões Norte, Centro e Área Metropolitana de Lisboa concentraram 81,2% dos óbitos. 
Em termos de número de óbitos por 100 mil habitantes, as regiões Área Metropolitana de Lisboa (32,9), Norte (34,9) e Região Autónoma dos Açores (36,3) apresentaram, nestas duas semanas, valores inferiores ao nacional (38,2).
Neste período, 62,6% dos óbitos ocorreram em estabelecimento hospitalar. 
A partir da última semana de 2020 (28 de Dezembro a 3 de Janeiro de 2021) o número de óbitos aumentou de forma acentuada até à 3ª semana de 2021 (18 a 24 de Janeiro), atingindo então o maior número de óbitos semanal observado desde o início da pandemia (5 038). 
No entanto, foi na semana seguinte (25 a 31 de Janeiro) que se registou o maior número de óbitos por Covid-19 (2 036), iniciando-se a partir de então uma tendência decrescente. 
A partir da 9ª semana (1 a 7 de março) o número de óbitos diminuiu para valores abaixo da média de 2015-2019. 
Na 14ª e 15ª semanas, registaram-se em Portugal, respectivamente, 1 992 e 1 948 óbitos (um total de 3.940 óbitos), menos 203 e menos 170 óbitos que a média de 2015-2019. 
O número de óbitos por Covid-19 nestas duas semanas foi 33 e 28, representando, respectivamente, 1,7% e 1,4% do total de óbitos.
A  partir do início de Março de 2020 até final de Fevereiro de 2021, o número de óbitos se manteve, regra geral, acima do limite superior deste intervalo de valores. 
Nas últimas sete semanas, o número de óbitos diminuiu para valores abaixo da média de 2015-2019, atingindo valores abaixo do mínimo observado nesse período.
Entre 5 e 18 de Abril (semanas 14 e 15) ocorreram 1 249 óbitos na região Norte (31,7% do total), 1 008 (25,6%) na região Centro, 943 (23,9%) na Área Metropolitana de Lisboa, 360 (9,1%) no Alentejo, 186 (4,7%) no Algarve, 88 (2,2%) na Região Autónoma dos Açores e 101 (2,6% do total) na Região Autónoma da Madeira.
Em termos relativos, o menor número de óbitos por 100 mil habitantes registou-se no Área Metropolitana de Lisboa (32,9), seguida pelo Norte (34,9) e pela Região Autónoma dos Açores (36,3), com valores inferiores ao nacional (38,2).
Mais de 60% dos óbitos ocorreram em estabelecimento hospitalar
Do total de 3 940 óbitos entre 5 e 18 de abril, 2 466 (62,6%) ocorreram em estabelecimento hospitalar e 1 474 (37,4%) fora do contexto hospitalar (no domicílio ou noutro local), menos 247 e 126 óbitos, respectivamente, em relação à média de óbitos observada nas semanas homólogas de 2015-2019.

Share

Print
Ordem da notícia63

Theme picker