O sector terciário  na freguesia de Arrifes
Creusa Raposo

O sector terciário na freguesia de Arrifes

Previous Article Previous Article Obras pouco Graciosas
Next Article Maria José Lemos Duarte entrega chaves da nova Casa das Associações como último acto público Maria José Lemos Duarte entrega chaves da nova Casa das Associações como último acto público

Patrimonium Nostrum

Segundo Raquel Soeiro de Brito o último quartel do século passado sofreu as maiores transformações no sector dos serviços nos Açores, com destaque para o ensino, a saúde e a cultura.
Esta tendência verificou-se igualmente na freguesia de Arrifes, com o desenvolvimento das várias actividades económicas, sociais e culturais.
A localidade possui hoje uma creche e ateliê de tempos livres, inaugurada a 12 de Julho de 2012, pelo então Presidente do Governo Regional dos Açores, o Sr. Carlos Vale César. Preparada para integrar cerca de oitenta crianças está sob a tutela do Centro Social e Paroquial de Arrifes, paróquia de Nossa Senhora da Saúde.
A localidade dispõe de quatro escolas primárias: Escola EB/JI Eng.º José Cordeiro (Rua da Carreira), Escola EB/JI Cardeal Humberto Medeiros (Rua Cardeal D. Humberto de Medeiros), Escola EB/JI de Milagres (Travessa dos Milagres) e Escola EB/JI de Outeiro (Rua do Outeiro). Integram-se nos designados Edifícios “P3” ou escolas de área aberta, difundidas na década de setenta do século XX, através do 1º plano de construções escolares. Algumas foram ampliadas e melhoradas na década de noventa. A primeira escola acima mencionada, foi reinaugurada em Setembro de 2014.
Usufrui ainda de uma escola básica e integrada que lecciona até ao 9º ano e outra de cariz profissional, com equivalência ao secundário regular.
No campo da saúde, a freguesia conta com o importante edifício da Casa do Povo. Aqui está inserida a Unidade de Saúde de Arrifes, que presta apoio público às famílias e promove a realização de análises de laboratório.
No mesmo espaço encontram-se a Segurança Social, Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC) e Ateliê de Tempos Livres (ATL).
Dispõe igualmente de um lugar destinado à recuperação de doentes mentais femininos desde 1975, designado por Casa de Saúde de Nossa Senhora da Conceição, das Irmãs Hospitaleiras.
Na Junta de Freguesia, localiza-se um posto de Correios, Centro de Convívio e Sala de Informática. É frequente a realização de exposições de cariz artesanal, aulas e workshops de diferentes temas, desde artesanato, culinária, bordados, ginástica, entre outros.
Existe ainda um Centro de Dia, que acolhe idosos de toda a freguesia e promove diversas actividades ao longo do ano, e uma loja solidária.
Nas últimas três décadas esta localidade viu nascer diversos serviços, como farmácia, sucursais bancárias, mediadores de seguros, cafés, mercearias, queijaria, padarias, pastelaria, talho, hipermercados, cabeleireiros, gabinete de estética e lojas de comércio diversificado.
A título de exemplo encontramos na Travessa dos Milagres a mercearia do Sr. Adriano Silva e esposa, herdada de seu pai Gabriel Silva, que na década de cinquenta do século passado teve a iniciativa de montar o próprio negócio, popularmente conhecido como o “Jarrinha”.
Encontra-se na Rua da Carreira uma queijaria, propriedade de Rodrigo & Salgado, Lda. designada por Quinta de S. Miguel Arcanjo. Exibe na fachada do edifício um painel de 1994 em azulejos com a inscrição: “Quis Sicut Deus?” E ainda uma pequena capela de invocação ao Espírito Santo com uma imagem de São Miguel Arcanjo.
Destaca-se igualmente a empresa Ana Paula & Custódio Pastelaria, Lda., através da confecção de Bolos Lêvedos, que exerce a sua actividade deste 1986.
 Não esquecendo a antiga Barbearia Benfica, localizada na Rua da Saúde e  que pertence ao Sr. José Roque, que ainda labora. No seu local de trabalho exibe objectos de colecção particular como trabalhos em madeira, utensílios em desuso e um valioso registo fotográfico da sua autoria, que em muito contribuiu para a preservação da identidade cultural da comunidade de Arrifes.
No plano do desporto destaca-se o clube futebolístico Águia Clube Desportivo, fundado em 1960, o Grupo Desportivo Casa do Povo de Arrifes, fundado a 1 de Setembro de 2007, incluindo as modalidades de futebol, andebol masculino e feminino e ainda o Arrifes Kickboxing Clube, fundado a 17 de Julho de 2008, com prémios a nível nacional e mundial.
Anualmente tem lugar uma feira de actividades económicas, que promove o artesanato realizado na localidade e os diferentes organismos de cariz cultural e social, como por exemplo a Confraria do Leite ou o Agrupamento de Escuteiros 433.
Pioneira na temática, esta Confraria nasceu a 28 de Junho de 2011 com o contributo da Associação de Jovens Agricultores Micaelenses, Cooperativa Bom Pastor, UNILEITE e Junta de Freguesia. Possuí o intuito de preservar as tradições rurais, valorizar a produção e consumo do leite. Teve a sua primeira cerimónia a 29 de Setembro do ano seguinte com entronização dos confrades fundadores e honorários.


In “ARRIFES: DETENTORES DE PATRIMÓNIO CULTURAL?”.

Este texto não segue o novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa.

* Licenciada em Património Cultural e mestre em Património, Museologia e Desenvolvimento pela Universidade dos Açores/ Sociedade Ibero-Americana de Antropologia Aplicada

 

Share

Print

Theme picker