Freguesia de São Roque será próxima aposta com abertura de novo espaço para eventos

Bruno Figueira com equipa na Abertura da nova loja Água de Pau A primeira loja Senhora do Pão abriu em Julho de 2014 e desde então tem-se expandido a várias localidades da ilha de São Miguel. Depois de Rabo de Peixe, este projecto chegou a Ponta Delgada, Capelas, Rosário e, recentemente, a Água de Pau. À nossa entrevista, Bruno Figueira, o Director Comercial da Senhora do Pão, revelou que este projecto está longe de estagnar, adiantando que está andamento a abertura de uma nova loja, desta vez em São Roque. Hoje a Senhora do Pão já conta com 23 colaboradores.


Há quanto tempo nasceu o projecto “Senhora do Pão” e com que objectivo?
O projecto Senhora do Pão chega à rua no mês de Dezembro de 2013. Um projecto que nasceu no seio familiar com o objectivo de levar pão quente e pastelaria a toda a hora. Em Julho de 2014 foi adquirido pela empresa Padaria Gomes que aposta na expansão da marca a outras localidades e desde então a Senhora do Pão foi caminhando e evoluindo quer na diversificação de produtos, quer na uniformidade do conceito e imagem das lojas.

Qual a história que está por detrás da abertura da primeira loja?
É uma história humilde de quem acredita num projecto e coloca mãos à obra, sempre com o conceito bem definido: pão quente e um atendimento próximo, de cariz familiar.

Porquê “Senhora do Pão”?
Lembro-me perfeitamente deste dia. Todos participaram no nome, até os mais pequeninos. Confesso que não foi à primeira que ficou o nome, mas quando soou este nome… não havia dúvidas. Ficou no ouvido.
Lembra a senhora à beira do forno a cozer pão, recorda as nossas mães e avós que de manhã cedo, de madrugada, com alegria no rosto, colocavam a mão na massa e invadiam toda a casa com cheirinho a pão quente. É com esta mesma alegria e com este cheiro que todos os dias abrimos as portas das nossas lojas.

Têm uma missão?
Queremos estar com os nossos clientes, ir ao encontro das suas necessidades dentro da área que trabalhamos. O pão é a nossa paixão. Queremos estar próximos das pessoas, trazer uma solução que vá ao encontro do que nos pedem, cumprindo sempre o nosso conceito de Pastelaria e Pão Quente a preços sempre baixos.

Depois da abertura da primeira loja em Rabo de Peixe, muitas outras lojas se seguiram, sendo que a última a abrir portas foi em Água de Pau. Quer isso dizer que este projecto é uma aposta ganha?
De facto com a Padaria Gomes o projecto começou a crescer e expandir-se. Neste momento temos 5 lojas espalhadas por Ponta Delgada, Rabo de Peixe, Capelas, Rosário e Água de Pau. É uma aposta que acreditamos com todas as nossas forças. É com muito trabalho, muita dedicação, muita humildade mas também com muita alegria que vemos a Senhora crescer.
Mas esta aposta só poderá ser ganha se os nossos clientes gostarem do que lhes propomos e se continuarem a acreditar. Para nós a maior preocupação é esta: estar sempre do lado do nosso cliente e continuarmos a ser merecedores da confiança que nos depositam diariamente.

Há mais lojas a abrir a médio/longo prazo?
Sim, esperamos que sim e vamos trabalhar para isso. Temos um projecto na Câmara Municipal de Ponta Delgada para São Roque. Vai ser a primeira loja construída de raiz. Um espaço amplo com o mesmo conceito mas também com um espaço reservado para festas particulares e uma esplanada com vista para o mar.
Estamos também a consultar outros locais que achamos serem interessantes para a implementação do nosso projecto. Temos recebido convites inclusive de Câmaras Municipais a convidarem a Senhora para implementar o projecto nas suas áreas de intervenção.

Em que diferem da concorrência?
Não sei se podemos dizer que somos diferentes. Mas que somos apaixonados pelo que fazemos, isso somos.
O pão quente a toda a hora, a sandes feita na hora, em que o cliente escolhe o pão, a novidade mensal de uma sandes nova, as promoções semanais, o atendimento próximo e sempre preocupado em resolver e ir ao encontro do que nos pedem e a união de uma equipa focada são todos estes motivos que temos para oferecer.

Qual o segredo para tanto sucesso?
São os nossos clientes e uma equipa motivada!
Os clientes reconhecem que oferecemos um serviço e produtos de qualidade, a um preço muito acessível.
Crescemos muito com a junção do conceito do pão, à cafetaria e às refeições ligeiras que todos os dias servimos.
Temos uma oferta de menus de refeição que vão deste os 1,70€ sempre quente na hora. Uma diversidade de menus, de pão e pastelaria. Os clientes gostam e voltam… e aí encontramos o nosso maior sucesso.

Uma das vossas vertentes passa também por um lado mais social. Explique este projecto.
Entendemos que para além da nossa actividade comercial, temos também uma responsabilidade social. Deste modo, em Outubro passado criamos o nosso projecto Solidário: A ASASP (Associação Solidária Amigos Senhora do Pão). Todos os dias um percentual das vendas das nossas lojas reverte para esta causa que serve para a realização de sonhos de crianças mais necessitadas. Ou seja os nossos clientes ao comprar já estão a ajudar.
Para além disso nas nossas lojas vendemos algum material de merchandising da ASASP e o valor desta venda reverte a 100% para a sua causa.
É um projecto de voluntariado, sem fins lucrativos que envolve não só os colaboradores, mas também amigos, família e clientes. Estamos no terreno tentando ir ao encontro destes sonhos e dessa ajuda social. Desde Outubro já conseguimos realizar alguns sonhos.  No Natal, por exemplo, apadrinhamos mais de 100 cartas de meninos e meninas num projecto que titulamos de Pai Natal Solidário. Para além disso temos entregue, semanalmente, cabazes de alimentos a famílias carenciadas e identificadas nas nossas zonas de actividade.

Nesta área em particular que mais podem esperar os clientes e a população? Há mais novidades ao nível social?
Sim estamos sempre atentos e com a força dos nossos voluntários, com o apoio dos nossos fornecedores com a nossa administração, que acredita e apadrinha este projecto, vamos sempre desenvolvendo actividades neste projecto solidário.
Por exemplo, este ano, começamos a realizar aniversários. Temos ajudado algumas crianças a soprar velas que nunca na sua vida tiveram esta oportunidade.
Este ano já realizamos mais de 40 aniversários. A ASASP vai ao encontro destas crianças e tenta oferecer um sorriso com o bolo que mais gosta e uma prenda. Diariamente vamos analisando casos onde podemos interferir junto das entidades competentes ao nível social em conjunto com as Juntas de Freguesia e escolas.
Tem sido um projecto que traz alegria a quem mais precisa, mas que também nos enche o coração.
 
Porque entenderam os promotores do projecto Senhora do Pão criarem também esta associação?
Não podemos fechar os olhos… é nossa obrigação como seres humanos, pelo menos acreditamos nisso… deixamos as palavras e os discursos e fomos para o terreno.
A maior alegria que temos é ver aquele sorriso… confesso que não conseguimos ficar indiferentes e as emoções vêm ao de cima… chegamos a casa com as lágrimas no rosto e com alegria por podermos ajudar.
Mas há muito por fazer e ao nível social as carências são muitas. Queremos fazer mais e vamos trabalhar para isso.
É bom trabalhar numa empresa que defende que também devemos apoiar os mais necessitados, que defende que não podemos ficar indiferentes e que com um pouco de nós podemos realizar pequenos sonhos e ajudar algumas famílias.
Qualquer pessoa que conheça algum caso que possamos intervir pode identificar em qualquer um dos nossos promotores das lojas ou mesmo pela nossa página de Facebook.

Costuma usar o slogan: “Juntos, somos Senhora do Pão”… O que quer dizer com isso?
A Senhora do Pão não seria nada se não houvesse uma união de equipa que acredita e trabalha por um projecto. A Senhora do Pão não seria nada se os nossos clientes não nos visitassem.
Desde os colegas da indústria de produção, que todos os dias nos fazem chegar à loja produtos frescos, aos nossos promotores nas lojas, à nossa administração Padaria Gomes, à nossa família, amigos e aos nossos clientes… sim é verdade juntos, somos Senhora do Pão.

Qual a loja que tem tido mais afluência?
Antes de abrirmos um ponto de venda fazemos sempre uma análise de negócio e normalmente as lojas têm correspondido aos objectivos traçados. Todas elas têm uma boa afluência. A loja com maior afluência é Capelas mas não muito distanciada das restantes.

Os resultados têm correspondido às vossas expectativas?
Vamos trabalhando para isso, encarando o mercado com seriedade e trabalhando de uma forma humilde e com os pés bem assentes na terra.

Este é um projecto que ainda tem margem para crescer mais?
Costuma dizer-se que o céu é o limite… Vamos analisando o negócio, estudando o mercado e enquadrando a Senhora num projecto de expansão. Para já, com uma loja nova a abrir, esperamos, nós ainda este ano.

Até onde pretendem chegar?
Até onde não sei, os nossos clientes é que nos vão dizer, mas que queremos estar com eles,  isso sim é verdade.
Neste momento queremos é cumprir o nosso compromisso e continuar a ser merecedores desta confiança.

As vossas apostas passam também pela introdução de novos produtos. Neste capítulo, há novidades para o Verão?
Sim estamos a preparar uns menus light e vamos retomar brevemente os nossos cocktails sem álcool, os nossos Mojitos e Caipi à Senhora sempre fresquinhos mas com algumas novidades.
Quem sabe alguma música ao vivo para animar as noites frescas…

Quem são os rostos por detrás deste projecto?
Temos tantas Senhoras do Pão… lidero este projecto com muito orgulho, trabalho com uma equipa fantástica todos os dias e é em equipa que se decide o rumo das coisas. Nada se consegue quando se trabalha sozinho. Temos a preocupação de termos uma equipa motivada, queremos e trabalhamos para que todos estejam envolvidos neste nosso projecto.

More articles from this author