Artigos

Freguesia da Maia celebra II Noite das Pantas

  • Imprimir

Maia - RGDando continuidade ao Plano Estratégico de Literacia Cultural da Maia, irá decorrer na noite do próximo Domingo, dia 3 de Março, das 19h30 às 23h00, a segunda edição da Noite das Pantas com Baile e Doçaria Carnavalesca. Esta iniciativa, organizada pela Casa do Povo da Maia, Ribeira Grande, através da sua Biblioteca Infanto-Juvenil e do Posto de Turismo, conta com a participação da população e das várias instituições locais.   

Nesta noite a Freguesia da Maia oferece aos participantes uma das suas seculares tradições: as Pantas, um fenómeno de Carnaval que perdura há séculos na Maia, quiçá introduzido por Inês Maia, a primeira aldeã a dar início ao povoamento da freguesia. 

Fazem parte desta festa carnavalesca, a Reconstituição Histórica das Pantas, pelas ruas da Maia, com posterior concentração no Largo do Hospital, onde os diferentes grupos de pantas farão as suas exibições, seguindo-se o célebre Bale de Pantas com muita animação, música, dança, ritmos, e doçaria de Carnaval, nomeadamente malassadas, coscorões, sonhos, rosas do Egito, etc. Tudo isto acompanhado pelo famoso Chá Gorreana, cujo cultivo e produção são feitos na Freguesia da Maia.  

Recorde-se que a tradição das Pantas, com todo o mistério e exuberância que as acompanha pela noite dentro, na época do Entrudo, corresponde ao deambular de grupos de pessoas pelas ruas da freguesia, cobertas com lençóis brancos, assustando quem passa e visitando amigos.

Em tempos idos, as Pantas, em jeito de fantasmas e de almas penadas, representavam os entes falecidos que, assim, regressavam ilusoriamente à vida e ao convívio das famílias.