Artigos

“Madeira e Açores podem ser ultraperiferias mas no PS têm representantes ultraelegíveis”

andré bradford lisboa“A Madeira e os Açores podem ser regiões ultraperiferias na União Europeia, mas na lista do PS têm representantes ultraelegíveis”, afirmou o secretário-geral socialisra, António Costa, na sessão de apresentação da lista europeia do PS, que decorreu no fim de semana em Lisboa. 

A cobertura territorial da lista de candidatos do PS ao Parlamento Europeu e em especial o quinto lugar de André Bradford (Açores) e o sexto lugar de Sara Cerdas (Madeira), foram apresentados pelo líder socialista como uma diferença com o PSD.

Na mesma sessão o secretário-geral do PS considerou essencial o voto no PS nas eleições europeias, porque elege quem defende a solução de Governo em Portugal, quem tem “peso efectivo” em Bruxelas e não quem integra grupos “excêntricos”, num discurso em que procurou traçar diferenças entre os candidatos socialistas e os do PSD e CDS-PP, mas, também, em relação ao Bloco de Esquerda e PCP.

 

André Bradford assume compromisso com todos os açorianos

 

Por sua vez, o candidato do PS/Açores às eleições europeias destacou a “qualidade individual e colectiva dos candidatos que compõem a lista do PS”, bem como o “projecto político que o Partido Socialista tem traçado para a Europa”.

André Bradford falava após a apresentação da lista do PS em Lisboa.

“A equipa liderada por Pedro Marques é composta por pessoas de qualidades ímpares, que engloba experientes eurodeputados e ex-governantes, com provas dadas, com conhecimentos e experiências preciosas. Tive a oportunidade de reconfirmar isso mesmo, nesta primeira reunião de trabalho, que decorreu em Lisboa. É uma equipa que, seguramente, defende o melhor projecto político para o país e para os Açores”, sublinhou André Bradford.

Sobre a lista do PS, o candidato do PS/Açores frisou, ainda, tratar-se de uma “lista qualificada, totalmente paritária e que reconhece todas as parcelas do nosso território como merecedoras de uma voz política em Bruxelas”.

Para André Bradford, “resulta evidente que as questões mais relevantes para os Açores, no plano europeu, são questões prioritárias para o PS, que o partido salvaguarda no seu manifesto eleitoral que é, no fundo, o compromisso que o PS assume com todos os portugueses e, em concreto, com todos os açorianos”.

“São já sobejamente conhecidos os resultados da governação do PS nos Açores e o bom exemplo que constituíram para o PS nacional. O PS, que é governo na República, conseguiu virar a página da austeridade no nosso país com sucesso, apostando na inovação e na economia, sem esquecer as questões sociais. É este o caminho que propomos – e que vamos - agora estender ao plano Europeu”, garantiu o candidato do PS/Açores às eleições europeias, André Bradford.