Artigos

André Bradford defende manutenção dos níveis de investimento da UE para as RUP

André Bradford1O candidato do PS/Açores às próximas eleições europeias de 26 de Maio defendeu, ontem, que a União Europeia deve “manter os seus níveis de investimento em Políticas de Coesão para as Regiões Ultraperiféricas (RUP), como é o caso dos Açores”.

André Bradford falava em Ponta Delgada, após ter reunido com a Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas dos Açores (AICOPA).

Para o candidato socialista é “prioridade absoluta” garantir, no âmbito da negociação do próximo Quadro Comunitário de Apoio, que a “taxa de comparticipação exigida às Regiões Ultraperiféricas se fixe nos 15% e não no dobro, como pretendia inicialmente a Comissão Europeia”.

“Só mantendo níveis de financiamento sensivelmente idênticos nos fundos dedicados à Política de Coesão e só mantendo a taxa de comparticipação nos 15%, podemos garantir que a Região prossegue o seu rumo de Convergência, aproximando-nos dos patamares de desenvolvimento das outras regiões Europeias mais desenvolvidas”, sublinhou.

André Bradford lembrou que os Açores foram, desde o início deste século, a “região portuguesa que mais convergiu, a que melhor aplicou os Fundos Comunitários e a que mais se aproximou da média da União Europeia”.

“A melhoria das nossas infra-estruturas, das nossas vias de comunicação, dos nossos portos, dos nossos aeroportos, das nossas escolas, é essencial para uma Região que se quer cada vez mais dinâmica e mais moderna, contribuindo igualmente para o reforço dos objectivos de coesão europeia”, afirmou o candidato socialista às próximas eleições europeias de 26 de Maio, André Bradford.