Artigos

Estão a morrer mais pessoas do que nascem nos Açores

bebeO número de pessoas que nasceram nos Açores nos dois primeiros meses deste ano foi menor do que aquelas que morreram, aumentando o saldo natural nas ilhas.

De acordo com dados divulgados ontem pelo SREA, analisando os dois primeiros meses de 2019 e comparando com igual período de 2018, verificou-se uma diminuição no número de nados vivos (-2,5%), e também uma diminuição no número de óbitos (-0,7%). 

Assim, o saldo natural para estes dois meses de 2019, foi mais negativo (-64), que no mesmo período do ano anterior (-58).

Importa referir que este indicador no ano de 2018 foi de (-42) (2.253 nados vivos e 2.295 óbitos) e em 2017 de (-25) (2.219 nados vivos e 2.244 óbitos).

Nos óbitos de menos de 1 ano, em Janeiro e Fevereiro, não se registaram ocorrências, o mesmo acontecendo em 2018.

No que diz respeito aos casamentos: de Janeiro a Fevereiro de 2019 registaram-se 84 casamentos, enquanto que nos mesmos dois meses de 2018, ocorreram 87 (-3,4%).

Nos divórcios, ainda apenas existem dados relativos a 2017, que comparando com 2016, apresentam uma diminuição anual de 1,9%, situando-se nos 623 divórcios em 2017.

Nas separações entre 2015 e 2016, a variação foi nula, tendo havido 3 ocorrências em cada ano.