Artigos

Homem de 31 anos desaparece em Santo António

joao machadinhoJoão Guilherme Machado, de 31 anos, natural e residente na freguesia de Santo António, está desaparecido desde quinta-feira. Foi visto a última vez a correr num terreno junto ao cemitério de Santo António, desamparado. O desaparecido sofria de epilepsia o que está a deixar as pessoas da freguesia e, especialmente, os seus familiares e amigos angustiados.
João Guilherme trabalhou durante mais de 10 anos na Novicol–Cooperativa Agropecuária Agricultores Santo António e Santa Bárbara, mas foi despedido há cerca de 6 meses e, enquanto desempregado, fazia alguns trabalhos de camponês. Na passada quinta-feira estava, precisamente, a podar uma vinha naquela freguesia atrás de uma habitação, quando às 11h00 pediu um copo de água à dona da casa por “estar a sentir-se mal-disposto”. Após beber a água, a senhora nunca mais o viu. Por volta do meio-dia, conta os relatos recolhidos no local, foi visto “às corridas” num terreno perto do cemitério de Santo António, localizado junto ao parque de merendas e zona balnear do Rosário.
O seu desaparecimento foi dado quando as pessoas que frequentam um café conhecido na freguesia estranharam a sua ausência, já que era costume passar lá o tempo, dando, assim, início às buscas por volta das 17h00 desse mesmo dia.
João Guilherme é solteiro, “boa pessoa,  meigo e o que quer é rir”, conforme nos disseram, mas nesta semana “parecia um pouco desnorteado”.
Durante todo o dia de ontem, foram feitas várias buscas pela Polícia de Segurança Pública das Capelas e Bombeiros de Ponta Delgada, mas até ao fecho da nossa edição ainda não tinha sido encontrado.