Artigos

Mestre de embarcação de passageiros detido pela Polícia Marítima por tentativa de agressão

cruzeirodocanalUm dos mestres do navio ‘Cruzeiro das Ilhas’, que faz a ligação de passageiros entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge, foi detido pela Polícia Marítima, por alegada tentativa de agressão aos agentes da autoridade.
A detenção, ocorrida no domingo, foi revelada ontem por Jorge Chicharo, capitão do Porto da Horta, salientando que o mestre terá tentado “agredir os agentes” da Polícia Marítima no Porto da Madalena do Pico, quando estes o abordaram na sequência de queixas dos passageiros, relativamente ao tipo de navegação utilizada na viagem entre Velas, em São Jorge, e Horta, no Faial.
Os passageiros queixaram-se do andamento “brusco” da embarcação, questionando se o mestre estaria sob o efeito de bebidas alcoólicas, suspeitas que os agentes da autoridade procuraram indagar à chegada à Madalena do Pico, mas sem sucesso.
A Polícia Marítima decidiu instaurar um “processo sumário”, detendo o mestre do ‘Cruzeiro das Ilhas’ que tinha previsto a sua presença ontem à tarde ao tribunal.
Contactado pela Lusa, Luís Paulo Morais, presidente da Transmaçor, empresa proprietária da embarcação, escusou-se a comentar o caso, alegando estar a aguardar o resultado do inquérito judicial.