Açores excluídos dos prémios World Travel

world travelOs Açores ficaram excluídos dos prémios mundiais do turismo, World Travel Awards, que decorreram este ano em Portugal, com uma cerimónia onde foram atribuídos 16 prémios ao nosso país.

Portugal estava numa lista com 55 nomeações, entre as quais a região Açores, nomeada como Melhor Destino de Mergulho, mas não foi eleita.

Pela segunda vez consecutiva, Portugal foi eleito o melhor destino a visitar em todo o mundo. 

Portugal deixou para trás concorrentes como África do Sul, Brasil, EUA, Índia, Indonésia, Jamaica, Maldivas, Sri Lanka, Malásia, Vietname, Nova Zelândia ou a vizinha Espanha. 

Além de melhor destino turístico, Portugal obteve outro prémio: Lisboa foi nomeada como a melhor cidade no mundo para ser visitada e para uma escapadinha citadina. Lisboa concorria com Londres, Nova Iorque, Paris, Rio de Janeiro, Sydney e São Petersburgo. 

A vizinha Madeira ganhou na liderança dos destinos insulares e os Passadiços do Paiva a atracção de aventura número um entre todas.

Além dos destinos, também os serviços foram considerados nestes prémios.

Os Parques de Sintra valeram à Monte Lua o prémio de melhor empresa de conservação. 

Ao Turismo de Portugal foi concedido o topo entre os organismos oficiais de turismo e à VisitPortugal o melhor website de um organismo no sector.

Amazing Evolution Management foi considerado o melhor operador de boutique de hotéis. 

Já no que diz respeito aos locais onde pernoitar, a lista é vasta: o Corinthia (Lisboa) ganhou na categoria de melhor hotel citadino, o Olissippo Lapa Palace (Lisboa) recebeu o primeiro prémio entre os clássicos, o Vine (Madeira) distinguiu-se pelo design, o Vila Joya (Albufeira) foi premiado pela alta gastronomia, e o Conrad (Loulé) foi considerado o melhor no segmento resort de luxo. 

A TAP foi distinguida como a melhor companhia para destinos em África e na América do Sul e a revista de bordo, «Up Magazine», foi a melhor entre todas.

 “Este é, acima de tudo, um prémio para os portugueses”, afirma Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo.

 “Sermos os campeões do mundo no turismo pelo segundo ano consecutivo é sinal da capacidade de afirmação internacional de Portugal, graças ao trabalho de todos os portugueses. Portugal é de facto um destino imperdível”, acrescenta.

No próximo ano, no início de Junho, a Madeira será o palco para mais um evento dos ‘óscares’ do turismo. 

A ilha vai acolher pela primeira vez a gala europeia dos World Travel Awards.