PSD: audição pedida com carácter de urgência em Setembro agendada quatro meses depois

aeroporto da hortaOs deputados do PSD/Açores Carlos Ferreira e Luís Garcia exigiram  ontem “respeito” pelos faialenses, criticando o facto de “só agora” ter sido agendada a audição - solicitada a 17 de Setembro pelos social democratas - da Secretária Regional dos Transportes na Comissão de Economia, Ana Cunha, “para que a governante prestasse esclarecimentos relativos ao serviço prestado pela SATA/Azores Airlines ao Faial no Verão IATA de 2018 e respectivo planeamento futuro”, lembram. 

“Passados quase quatro meses, a audição, que foi solicitada com carácter de urgência, ainda não se realizou, estando agora agendada para a reunião da Comissão de Economia no próximo dia 9”, adiantam.

Carlos Ferreira e Luís Garcia entendem que a demora “ultrapassou todos os limites aceitáveis, constituindo um total desrespeito pelo próprio Parlamento e pela luta dos faialenses por melhores acessibilidades aéreas à sua ilha”, sublinham.

 

Serviço de transporte aéreo para o Faial foi “desastroso” em 2018

 

Em comunicado, o PSD aponta que  “o Verão de 2018 foi mais um Verão desastroso no serviço de transporte aéreo para o Faial, caracterizado pela falta de voos e de lugares, pela incapacidade de transporte de carga, por voos consecutivos em que a bagagem dos passageiros foi deixada atrás, pela falta de apoio aos passageiros dos voos cancelados e pelo cancelamento de vários voos por falta de tripulação”. 

O Verão de 2018 “foi o quarto consecutivo em que o serviço prestado pela Azores Airlines se apresentou muito penalizador para o Faial, e temos o dever de trabalhar para que a situação não se volte a repetir”, pugnam os deputados do PSD/Açores.

Para Carlos Ferreira e Luís Garcia, “a luta por melhores acessibilidades áreas ao Faial tem envolvido de forma salutar a sociedade civil faialense, mas, infelizmente, tem tido no PS e no Governo Regional fortes obstáculos como mais uma vez se comprova”, concluem.