Câmara da Ribeira Grande mantém taxa de execução acima dos 90%

Ribeira GrandeA Câmara da Ribeira Grande manteve, em 2018, um índice de execução de 92%, repetindo o bom desempenho em comparação com o ano anterior, que concluiu com uma taxa de execução de 92,8%. 

Segundo adiantou ontem a autarquia, em comunicado, no que toca ao Plano Plurianual de Investimento, este apresentou um índice de execução de 88,1%, na linha do verificado no ano anterior, o que se traduz num investimento de 6,1 milhões de euros. No que concerne às Grandes Opções do Plano, também aqui a taxa de execução ultrapassou os 90%, mais propriamente 92,8%, o que equivale a 12,3 milhões de euros executados.

A autarquia destaca ainda que em 2018, tal como em 2017, as receitas (22,8 milhões de euros) superaram as despesas (20,8 milhões de euros).

“A boa gestão camarária e a dinâmica que se assiste no concelho têm tido repercussões positivas ao nível das empresas e, consequentemente, do crescimento da economia local. Um, entre vários indicadores positivos, é o facto de a autarquia ter previsto uma receita de derrama de 231 mil euros, valor que no final do ano de 2018 se cifrou nos 394 mil euros”, lê-se no mesmo comunicado.

O município realça ainda o facto de as receitas, ao nível do IUC (384 mil euros previstos face aos 433 mil euros arrecadados) e do IMT (754 mil euros previstos face aos 1,2 milhões de euros arrecadados), terem superado as expetactivas sem aumentos nos impostos, indicadores claros do crescimento da economia local”.