TAP lança voos de baixo custo com 40 euros Lisboa-Açores

TAPA TAP acaba de lançar uma campanha de voos baratos para vários destinos, sobretudo nas rotas europeias. 

Barcelona, Madrid e Paris são alguns deles, sendo que para as duas cidades espanholas, o preço começa em 26 euros com partida do Porto; mais um euro com partida de Lisboa. 

Já para Paris, o preço promocional é de 31 euros à partida do Porto - mais quatro euros de Lisboa. 

Para Bilbau voa-se por 37 euros de Lisboa; também da capital, voa-se para Bordéus, Lyon, Nice ou Marselha por 35/36 euros - estas rotas francesas, com saída do Porto, passam para 47 euros. De entre as rotas a baixo custo, destaque ainda para Lisboa - Roma desde 36 euros a ida ou Milão a 40; ou para Luxemburgo a 38 euros e Bruxelas a 36 (do Porto, Luxemburgo a 43, Bruxelas a 34 euros). Entre outras propostas, Amesterdão também surge como boa alternativa: 38 euros do Porto, 40 de Lisboa.

Por comparação, saliente-se que um voo Lisboa-Porto custa desde 37 euros e os voos para a Madeira ou Açores desde 40 euros. 

 

Bestravel duplicou vendas para os Açores

 

A rede de agências de viagens Bestravel teve em 2018 o seu “melhor ano”, com as vendas a subirem 29% e a margem a crescer 22% face ao ano anterior, revelou o novo administrador da empresa, Carlos Baptista.

O destino mais vendido nas agências Bestravel em 2018 voltou a ser Portugal, com uma facturação de mais de 9 milhões de euros e um crescimento superior a 30% face ao ano anterior.

O destino que mais cresceu na rede, por sua vez, foram os Açores, com mais do dobro das vendas que em 2017, uma evolução que o executivo associa à realização da Convenção da rede em Ponta Delgada em 2018. 

Apesar do ano recorde, 2018 era antecipado como um ano difícil devido à introdução da nova directiva europeia das viagens em plena época alta, a 1 de Julho, o que, segundo Carlos Baptista, acabou por não ter consequências de relevo por ter sido “um ano imaculado”, em que “não houve atentados, não houve catástrofes naturais, e isso obviamente que facilitou muito”.