Jasiel Correia reeleito mayor de Fall River depois de acusações de fraude

mayor fall river 2Jasiel Correia, actual mayor de Fall River, foi reeleito para novo mandato, em eleição especial realizada na passada terça-feira.

Correia obteve 4.808 votos (35,4%), mais 241 do que o seu mais directo oponente, Paul Coogan, antigo conselheiro municipal e actual membro do comité escolar desta cidade, que obteve 4.567 votos (33.6%).

O luso-americano Joe Câmara, conselheiro municipal de longa data, com 1.971 votos, quedou-se na terceira posição, seguido de Kyle Riley, com 1.460 votos e em último a luso-americana Erica Scott-Pacheco, casada com o açoriano Jorge Pacheco, com 740 votos.

No entanto, a maioria do eleitorado de Fall River votou pela destituição do actual mayor: 7.829 votaram a favor e 4.911 votaram contra a destituição (“recall”).

Segundo fontes do comité de eleições de Fall River, o sul de Fall River “salvou” o actual presidente da Câmara Municipal de Fall River, onde reside a maioria da comunidade açoriana, com o norte da cidade, que geralmente tem um peso decisivo nestas eleições, a dar preferência aos outros candidatos, o que não se revelou suficiente para destituir o actual incumbente. Jasiel Correia manifestou-se muito satisfeito com os resultado tendo revelado que “o lema é continuar a servir os cidadãos de Fall River em busca de melhores condições de vida e no constante progresso económico da cidade que tanto adoro”.

 Outro dos objectivos é “concentrar-se na violência de gangues e eliminar as armas da rua”. 

O político, de ascendência caboverdiana e açoriana (a sua mãe é natural do Pico da Pedra, S. Miguel), afirmou ainda que “pretende continuar a merecer a confiança dos eleitores”, referindo-se ao próximo ato eleitoral no final do corrente ano.

Recorde-se que esta eleição especial foi convocada por um grupo de eleitores que pretendia destituir (“recall”) o mayor Jasiel Correia II tendo recolhido 4.000 assinaturas numa exposição a pedir eleições. 

Correia, 27 anos, foi detido em Outubro do ano passado por acusações de ter defraudado investidores da sua firma SnoOwl em 306.000 dólares e ter tentado ocultá-lo ao apresentar declarações fiscais falsas. 

Isto não impediu Correia de se candidatar às eleições e já fez saber que devolverá o dinheiro aos investidores.

Esta eleição especial terá custado aos contribuintes de Fall River cerca de $60 mil dólares.

Próximas eleições 

em Setembro e Novembro

 

Entretanto, tanto Paul Coogan, como Joseph Câmara, Kyle Riley e Erica Scott-Pacheco pretendem concorrer às próximas eleições preliminares para a presidência da Câmara Municipal de Fall River, em Setembro próximo. 

As eleições finais, uma vez apurados os dois candidatos mais votados das preliminares, realizam-se a 5 de Novembro.

 

Por Francisco Resendes, em Fall River

Exclusivo Portuguese Times/Diário dos Açores