Unileite baixa preço do leite e impõe limites de produção

vacas111A Unileite vai baixar o preço do leite à produção em 1 cêntimo por litro, de acordo com decisão aprovada em Assembleia Geral.

Segundo a Antena 1 Açores, o novo Presidente da Unileite, Pedro Tavares, justifica a descida com o facto da cooperativa acumular resultados negativos, não havendo alternativa à medida.

Foi ainda decidido que haverá limites à produção de leite, a partir de Maio e durante 4 meses.

As penalizações serão de 6 cêntimos por litro a quem exceder a produção.

Em declarações àquela rádio, Jorge Rita, Presidente da Associação Agrícola, sublinhou que se trata de uma má notícia para o sector e que vai trazer consequências “muito negativas”.

Já a Unicol, na ilha Terceira, tinha também imposto limites de produção, como base nos valores de 2018.

A decisão, segundo o Secretário Regional da Agricultura dos Açores, penaliza o rendimento de produtores de leite da ilha Terceira. 

“Muitos deles (produtores) realizaram projectos de investimento para aumento da produção”, sendo agora confrontados com a decisão da Unicol - União das Cooperativas de Lacticínios Terceirense, afirmou João Ponte.

Cerca de 300 produtores, um universo de cerca de 50% do total da ilha, foram confrontados com multas pela Unicol por terem excedido os limites de produção, o que representa, segundo o Presidente da Associação Agrícola da ilha Terceira, José António Azevedo, menos 240 mil euros no pagamento do preço do leite.