Interdito acesso viário à Fajã da Ferraria em São Miguel

  • Imprimir

FerrariaO Governo dos Açores determinou a interdição imediata da via de acesso à Fajã da Ferraria, a partir do miradouro da ilha Sabrina, na ilha de São Miguel.

Esta interdição foi decidida na sequência de uma avaliação do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) às condições de segurança do talude sobranceiro à via de acesso à Fajã da Ferraria, solicitada pela Direcção Regional do Ambiente devido a vários sinais de instabilidade. 

Os desabamentos ocorridos nos últimos dias envolveram o despreendimento de vários blocos rochosos de diferentes tamanhos que alcançaram os dois lanços inferiores da estrada, provocando danos no pavimento.

De acordo com o relatório preliminar do LREC, o talude continua a apresentar sinais de precariedade, com a frequente queda de detritos rochosos de pequenas dimensões para a via pública, sendo que a rotura ocorrida deixou em situação de potencial instabilidade vários blocos rochosos que podem desprender-se a qualquer momento, colocando os utilizadores da via vulneráveis ao perigo ali existente.

Com base no relatório do LREC, a Direcção Regional do Ambiente determinou a execução imediata de medidas mitigadoras para garantir a estabilidade do sector afectado, nomeadamente o saneamento de blocos destacados e em situação de instabilidade e a colocação de redes metálicas fixadas com pregagens.

A implementação destas medidas requer a execução de trabalhos especializados, com eventual recurso a acesso por cordas (rappel), para além de trabalhos complementares de criação de linhas de segurança e corte de vegetação.

Paralelamente, será efectuado um estudo mais aprofundado do respectivo maciço rochoso.

A interdição do acesso à Fajã da Ferraria vigorará pelo tempo estritamente necessário para a correcta e adequada implementação das medidas necessárias a repor a segurança naquela via.