Oportunidades de negócio no Japão abordadas em workshop para empresas

camara-do-comercioDar a conhecer as potencialidades do mercado japonês aos empresários açorianos é o prinicipal objectivo do workshop intercultural que irá decorrer no próximo dia 9 de Maio, em Ponta Delgada, com a presença do especialista Martin Glisby.

Trata-se de uma iniciativa organizada pelo Centro de Cooperação Industrial UE-Japão (EU-Japan Centre for Industrial Cooperation) e pela rede Enterprise Europe Network (EEN) da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada.

“Este evento dedicado à cultura empresarial japonesa irá facultar aos participantes formas eficazes de comunicação com os potenciais parceiros japoneses. Será conduzido em inglês e terá um carácter bastante interativo”, salienta a associação empresarial, em nota. 

Com a entrada em vigor a 1 de Fevereiro do novo acordo entre a União Europeia e o Japão, as empresas, os agricultores, os trabalhadores e os consumidores da UE podem usufruir das vantagens de um comércio mais simples e mais rápido entre a UE e o Japão.

O Acordo de Parceria Económica UE-Japão elimina a maior parte dos direitos aduaneiros pagos anualmente pelas empresas da UE que exportam para o Japão (e que ascendem a mil milhões de euros), bem como uma série de barreiras regulamentares de longa data. Este acordo abre também o mercado japonês, que conta com 127 milhões de consumidores, aos principais produtos agrícolas da UE e aumenta as oportunidades de exportação da União em muitos outros setores.

É neste sentido que se realiza o workshop, destinado a empresas com interesse em encontrar parceiros de negócio naquele país. 

A formação, a ter lugar  na sede da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, entre as 9 e as 13 horas, vai contar com a participação do especialista Martin Glisby, fundador e sócio-gerente da Glisby & Associates, uma empresa de consultoria com escritórios em Copenhaga e Tóquio, especializada em agilizar acordos de cooperação com parceiros japoneses.

Segundo frisa a CCIPD na mesma nota, Glisby presta serviços de consultoria a executivos “de topo” na Europa e no Japão. É fluente em japonês e a sua obra já foi traduzida para japonês, russo e chinês. Organiza e dinamiza workshops sobre cultura empresarial japonesa para profissionais em todo o mundo há já quase duas décadas.