552 ideias apresentadas na segunda edição do Orçamento Participativo dos Açores

sergio avila11Os açorianos apresentaram 552 antepropostas na segunda edição do Orçamento Participativo dos Açores (OPA).

Segundo os dados ontem divulgados pelo Governo Regional, que destacou a forte adesão da população, houve um aumento no número de ideias apresentadas em relação à primeira edição, com mais 225 propostas feitas.

Em nota divulgada pelo seu gabinete de comunicação, o executivo açoriano revela que na fase 1 “os açorianos responderam de forma muito positiva ao convite do Governo Regional, tendo sido apresentadas, entre 22 de Fevereiro e 30 de Abril, 552 antepropostas por mais de um milhar de cidadãos a partir dos 14 anos - mais cerca de 500 em relação ao ano passado.

Foram organizados 38 encontros participativos nos 19 concelhos da Região, onde o executivo recolheu 401 antepropostas, “tendo estes encontros contado com a participação de cerca de 1.700 pessoas”. Foram também enviadas 151 antepropostas através do sítio do OP Açores na Internet.

A segunda edição do OPA conta com um aumento de 1 milhão de euros da verba destinada à execução das ideias propostas e votadas pelos cidadãos, tendo ainda como novidades “uma nova área temática, a Cultura, e a possibilidade de apresentação de antepropostas de âmbito regional, para além das ideias por ilha, passando cada cidadão a poder votar duas vezes, ou seja, um voto numa proposta de âmbito regional e um voto numa proposta de âmbito de ilha”.

Por área temática, foram apresentadas 251 ideias na Juventude, 92 no Turismo, 72 na Cultura, 71 na Inclusão Social e 66 ideias na área do Ambiente. Relativamente ao âmbito, 428 antepropostas são de ilha e 124 de âmbito regional, revelou o governo.

Entre as 428 antepropostas de âmbito de ilha, 153 referem-se a São Miguel, 64 à Terceira, 60 ao Pico, 41 a São Jorge, 33 ao Faial, 27 às Flores, 26 à Graciosa, 16 a Santa Maria e as restantes oito ao Corvo.

No comunicado emitido pelo governo, o vice-presidente do executivo conngratulou os açorianos pela forte adesão ao Orçamento Participativo dos Açores, que promove a democracia participativa e o envolvimento dos cidadãos na tomada de decisão sobre a aplicação de verbas públicas, salientando que, tal como na edição anterior, sugeriram, de forma fácil e directa, ideias de investimento público a executar pelo executivo nas nove ilhas do arquipélago”.

As 552 antepropostas apresentadas estarão até final de Junho em análise técnica, a cargo dos departamentos do Governo Regional, sendo divulgadas a 1 de Julho as listas provisórias das propostas a submeter à votação e das antepropostas rejeitadas, através do endereço https://op.azores.gov.pt.

Mais Lidas nos últimos 3 dias