Projecto “Atelier do Código” vai chegar a todas as escolas da Região

Vasco Cordeiro - alunos Lagoa

O Presidente do Governo Regional anunciou ontem a criação do novo projecto “Atelier do Código”, que vai permitir, a partir do próximo ano lectivo, que cerca de 15 mil alunos do primeiro e segundo ciclos se familiarizem com as linguagens de programação informática e da computação.

“Durante o próximo ano lectivo, este projecto, que representa um investimento de cerca de um milhão de euros do Governo dos Açores, estender-se-á praticamente a todas as escolas da nossa Região, abrangendo cerca de 15 mil alunos”, adiantou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo falava após ter visitado o Clube de Programação e Robótica da Escola Secundária da Lagoa, um dos 22 clubes do género criados, desde o ano passado, em escolas da Região, no âmbito do Plano de Acção para a Cultura Científica e Tecnológica.

Segundo disse, na última Sexta-feira, foi já publicado o concurso público para aquisição de cerca de 2.000 computadores, estando para breve a abertura de um segundo concurso que tem a ver com as licenças e a formação dos professores que estarão envolvidos no “Atelier do Código”.

Na sequência deste investimento, as escolas do primeiro e segundo ciclos terão os seus parques informáticos modernizados e reforçados com novos computadores, e, nos casos necessários, com aumento da cobertura das redes wireless existentes, para que se possam dispor de todas as condições técnicas para este projecto.

“Nós acreditamos que a importância deste projecto, naquilo que tem a ver com familiarização dos alunos, dos seis aos doze anos, com as linguagens da computação e da programação, reforçando, assim, a componente da cidadania digital, tem todas as condições para dar um salto na capacitação das crianças e jovens dos Açores para esta área que se assume de importância fundamental para o futuro”, sublinhou o Presidente do Governo.

Em declarações aos jornalistas, Vasco Cordeiro salientou ainda que o “Atelier do Código” não representa mais carga horária para os alunos, mas sim uma forma de redirecionar e enriquecer os conteúdos das aulas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para estas matérias.

O lançamento deste projecto torna a Região Autónoma dos Açores na primeira, ou numa das primeiras regiões do país que, com esta abrangência, leva a formação nestas áreas a crianças dos 6 aos 12 anos.

Durante a visita ao Clube de Programação e Robótica da Escola Secundária da Lagoa, Vasco Cordeiro teve a oportunidade de inteirar-se do trabalho desenvolvido pelos alunos, como é caso da criação de aplicações para telemóveis, a programação de um robot e a programação, modelação e animação do videojogo “A Descoberta e o Povoamento dos Açores”.