Atlânticoline anuncia agora a vinda do Aqua Jewel

aqua jewel

A Atlânticoline contratou ontem ao grupo Seajets o fretamento do navio convencional Aqua Jewel, o qual irá juntar-se ao navio de alta velocidade Mega Jet, na realização da operação sazonal da empresa.

 Segundo comunicado da Atlânticoline distribuído ontem à tarde, prevê-se que o Aqua Jewel, navio que já realizou a operação sazonal da empresa na época passada, inicie a sua mobilização da Grécia para os Açores já hoje, dia 12 de Junho, e entre em operação ao serviço da Atlânticoline no próximo dia 22 de Junho, reforçando a cobertura das próximas festividades concelhias - as Sanjoaninas.

Entretanto, a Atlânticoline está a implementar um conjunto de procedimentos de alteração dos horários, face à existência de um único navio em operação, a partir de 14 de Junho e até à entrada ao serviço do Aqua Jewel, implicando um reforço da operação com o navio Mega Jet, a fim de minimizar o impacto da falta de um navio convencional durante este período.

“Aos clientes afectados por essas alterações, com o título de viagem já adquirido, será dada como alternativa a possibilidade de reembolso integral do respectivo valor ou o reencaminhamento para as viagens nos novos horários, conforme a sua vontade”, anunciou a empresa.

“Apesar de todos os esforços e empenho da Atlânticoline para garantir o navio Azores Express na operação sazonal de 2019, tal não foi possível, uma vez que o armador, face aos sucessivos atrasos no cumprimento das suas obrigações contratuais, apresentou a rescisão do contrato no passado dia 9 de Junho”, diz a Atlânticoline.

 A Atlânticoline revela que “ vinha já desenvolvendo há vários dias a esta parte contactos com operadores do mercado internacional do shipping para avaliar a existência de soluções alternativas, tendo resultado no fretamento do Aqua Jewel”

 “A empresa irá encetar os procedimentos legais contratualmente previstos face à rescisão do armador do navio Azores Express, para minorar os impactos negativos causados à empresa e a todos os seus clientes, bem como diligenciar no sentido de ser ressarcida dos danos financeiros provocados pelo seu incumprimento, seja pela falta da entrega atempado do navio, seja, posteriormente, pela tomada de decisão da posição contratual”, adianta a Atlânticoline.

 “Uma vez mais a Atlânticoline lamenta quaisquer transtornos causados por esta situação, garantindo o seu total empenho na minimização dos mesmos”, conclui o comunicado.

Mais Lidas nos últimos 3 dias