Comissão Política Regional do PSD/Açores solidária com líder do partido

Alexandre Gaudêncio - 2016Na sequência das notícias vindas a público sobre uma investigação judicial à Câmara Municipal da Ribeira Grande, a Comissão Política Regional do PSD/Açores veio ontem, através de comunicado, dar conta que “respeita o trabalho das autoridades, que cumprem a obrigação de investigar qualquer queixa que recebam”, adiantando que “as investigações das autoridades competentes servem precisamente para apurar a verdade, ou seja, para imputar responsabilidades a quem as tem, e provar a inocência de quem for alvo de alguma acusação infundada”.

Por isso mesmo, avança a Comissão Política Regional do PSD/Açores, “Alexandre Gaudêncio prestou ontem [anteontem] toda a colaboração tendo em vista o cabal esclarecimento dos factos e manifestou a sua total disponibilidade para contribuir para o apuramento da verdade, a bem da transparência”.

Neste sentido, os membros da Comissão Política Regional vieram a público manifestar “toda a sua solidariedade ao Presidente do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio”.

A Comissão Política Regional do PSD/Açores diz estar “consciente de que liderar a oposição nos Açores, é um desafio de grande dimensão e com obstáculos diários”, considerando que Alexandre Gaudêncio “é um homem sério e humilde em todos os aspectos da sua vida política, profissional e pessoal, tal como é reconhecido pela generalidade da população”.

Por outro lado, a Comissão Política Regional do PSD/Açores entende que “é nesta altura já claro para os açorianos que esta investigação judicial tem origem em denúncias anónimas e outras de carácter partidário”, adiantando que “estas denúncias não foram feitas com objectivos nobres, mas sim com propósitos políticos, com o objectivo claro de denegrir o trabalho do Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande e a liderança do PSD/Açores”.

Pode ler-se ainda no comunicado dos social democratas que “em política não pode valer tudo. Este comportamento, sempre com o mesmo alvo, constitui uma forma de fazer política que repudiamos”.

“Esperamos que as investigações decorram com celeridade e que a verdade e a justiça prevaleçam”, finaliza a Comissão Política Regional do PSD/Açores.