Mulher suspeita de furtar artigos em ouro no valor de 10 mil euros

Apreensão - furto PSP

A Polícia de Segurança Pública (PSP), através da Divisão Policial de Ponta Delgada, identificou e constituiu como arguida uma mulher de 38 anos por suspeitas da autoria de um crime de furto qualificado. 

A mulher prestava serviços de empregada doméstica e cuidadora na residência de onde foram furtados diversos artigos em ouro, avaliados em 10 mil euros.

Segundo a PSP, a investigação teve início no dia 3 de Setembro e no dia 11 de Setembro foram realizadas buscas domiciliárias. “Das diligências realizadas no âmbito da investigação, foi possível carrear matéria probatória que indicia a suspeita como autora material do crime e apreender a quase totalidade dos artigos em ouro furtados do interior da residência, os quais foram avaliados em cerca de 10 mil euros”, revela a PSP em comunicado.