PS/A: Carlos César pede um “PS muito forte” para garantir estabilidade

Campanha PS Porto PDL“Acho que é muito importante que o Governo futuro tenha capacidade para estar suportado numa votação muito clara e expressiva do PS para que seja possível garantir a estabilidade política e prosseguir o caminho que estamos a fazer”, defendeu o líder parlamentar do PS, Carlos César.

O também pPresidente do Partido Socialista, que visitava o porto de Ponta Delgada acompanhado pela cabeça de lista do partido pelo círculo dos Açores, Isabel Rodrigues, vincou a necessidade dos portugueses votarem no PS nas próximas eleições legislativas para se prosseguir o caminho de reformas e equilíbrio orçamental. “Isso só é possível com um Partido Socialista muito forte”, asseverou.

Ora, se os portugueses não votarem no Partido Socialista por receio de uma maioria absoluta, “o PS até pode perder” no sufrágio de 6 de Outubro, alertou.

Carlos César mencionou o porto de Ponta Delgada como um “exemplo da capacidade que o Governo da República de António Costa teve de investir nos Açores e de ajudar os investimentos do Governo Regional”.

O presidente da bancada parlamentar socialista chegou mesmo a referir as obras que se iniciarão em breve no porto de Ponta Delgada, estando orçamentados cerca de 40 milhões de euros. Tal só é possível porque “o Governo de António Costa reforçou os fundos comunitários afectos aos programas de investimento em infra-estruturas portuárias”, explicou.

Carlos César recordou que o Primeiro-ministro devolveu milhões de euros aos Açores, que tinham sido retirados pelo Governo de direita, e frisou que António Costa demonstrou ser um “bom Primeiro-ministro para os Açores” durante estes quatro anos de Governo, sendo “bom que o tentemos, nestas próximas eleições, conservar”.