Detido suspeito de atear fogo a casa por vingança

PJ cracháA Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um homem pela presumível prática do crime de incêndio, que deflagrou numa residência do concelho da Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

“O arguido, movido por um sentimento de vingança contra pessoa com quem mantinha uma relação de proximidade, ateou o fogo, com recurso ao seu isqueiro, em materiais facilmente inflamáveis que encontrou num dos compartimentos da indicada moradia”, conta a PJ, em comunicado.

Segundo a mesma fonte, as chamas destruíram o conteúdo do quarto e “só não se propagaram para toda a estrutura do imóvel devido à pronta intervenção dos residentes e vizinhos”.

O detido, de 22 anos de idade, mecânico, foi ontem presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção “tidas por adequadas”.