47 casos positivos, 113 casos suspeitos e 2278 pessoas em vigilância activa nos Açores

1 AAA Tiago lopes

Mantêm-se nos Açores as 4 cadeias por transmissão local da Covid 19, sendo que uma está localizada na freguesia de São Mateus, ilha Terceira, uma na ilha do Pico e duas no concelho da Povoação, ilha de São Miguel, sendo que neste último caso, detectado no passado Domingo, o Director Regional de Saúde explicou que é uma situação que ainda está a ser estudada, podendo apresentar resultados mais específicos durante o dia de hoje.

Entretanto, ontem, a Autoridade de Saúde Regional deu conta de cinco novos casos positivos de COVID-19 em São Miguel, de acordo com análises realizadas na Unidade de Genética e Patologia Molecular do Hospital do Divino Espírito Santo, de Ponta Delgada, sendo que um destes casos é residente na Povoação estando, por isso, directamente ligado à cadeia de transmissão local da Povoação.

Neste momento, Tiago Lopes garante que está a ser levado a cabo um trabalho de campo de profundidade de modo a averiguar todas as ligações aos casos confirmados na Povoação. Um trabalho que envolve ainda a realização de testes que de acordo com o Director Regional de Saúde, “vão ser feitos de acordo com a ligação e a relação epidemiológica entre os casos positivos e os contactos próximos”, sendo que a Autoridade de Saúde não está a aguardar que as pessoas desenvolvam sintomas da infecção respiratória. Mediante os resultados, Tiago Lopes não afasta a possibilidade de terem que ser tomadas mais medidas excepcionais no concelho.

Apesar do surgimento destes novos casos, o Director Regional manifesta alguma tranquilidade face à evolução registada nos Açores. Contudo, este responsável adverte que “nada garante que não possa ser identificado, de um momento para o outro, um cluster muito particular em algumas das ilhas da Região”, adiantando que “a situação que se está a verificar na Povoação, “leva a uma especial atenção” e a um trabalho mais acentuado na identificação dos contactos próximos para que se possam “fazer testes, por excesso e em demasia, para assegurarmos que, efectivamente, a cadeia de transmissão não passou de uma cadeira primária para secundária e não houve disseminação ao nível comunitário”, frisou.

Dos novos casos, foram diagnosticados dois indivíduos do sexo masculino, de 37 e 49 anos, com história de viagem recente ao exterior da Região e ainda três indivíduos do sexo feminino, com idades compreendidas entre 24 e 59 anos. Um dos casos tem história de viagem recente ao exterior e os outros dois casos tiveram contacto com indivíduos com deslocação ao exterior da Região.

Todos os novos casos apresentavam situação clínica estável e estão, de momento, no domicílio.

Até à data, foram detectados na Região 47 casos positivos para infecção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, sendo 18 em São Miguel, nove na ilha Terceira, sete em São Jorge, oito no Pico e cinco no Faial.

Às 16h00 de ontem estavam registados na Região mais 113 casos suspeitos que aguardam os resultados das análises ou recolha de amostra biológica, estando em vigilância activa, em todas as ilhas dos Açores, 2278 pessoas que estão a ser seguidas diariamente pelas delegações de saúde concelhias.

No que concerne a internamentos estão seis no Hospital do Santo Espírito, na ilha Terceira, estando um na unidade de cuidados intensivos, dois no Hospital da Horta, ilha do Faial e dois no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, todos os restantes 37 casos positivos estão em contexto domiciliário.

More articles from this author