Governo fez a “maior reforma viária da história da Autonomia” diz José Contente

jose-contente-alraO Governo Regional levou a cabo, na última década, a maior reforma viária da história da Autonomia, sublinhou ontem o Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos.
José Contente referiu que o Governo se “orgulha deste feito, mas sobretudo o que ele representa, que é a garantia das melhores acessibilidades terrestres, mais segurança, e desenvolvimento, os açorianos podem deslocar-se com mais facilidade dentro de cada ilha”.
O governante, que falava após a visita às obras da empreitada de beneficiação de 17 quilómetros de estradas regionais, relembrou que, ao nível da reforma viária, a ilha das Flores “representa um caso especial, porque começamos do zero e agora temos uma boa rede viária”.
José Contente afirmou que no início da governação de Carlos César “a ilha das Flores nem tinha um metro de asfalto betuminoso”. Actualmente a rede viária da ilha está praticamente reabilitada na totalidade, fica apenas a faltar a beneficiação de um troço de nove quilómetros, que ainda está em boas condições, entre os Ferros Velhos e Ponta Delgada. Este será, portanto, o próximo troço a ser intervencionado para que a totalidade das estradas da ilha fiquem em boas condições, respeitando todos os critérios de segurança, conforto e modernidade.
O Governo Regional está a concluir a empreitada de reabilitação de 17 quilómetros, um investimento superior a quatro milhões de euros e que representa, “não só a grande reforma viária feita nesta Região, mas sobretudo na ilha das Flores”, acrescentou o Secretário Regional.
José Contente frisou que foi feito um grande esforço de investimento porque “houve uma vontade política inequívoca de resolver um problema da rede viária das Flores, que era a pior dos Açores”, que hoje em dia está reabilitada, modernizada, com qualidade, e garante a segurança rodoviária, “a par do que acontece nas outras ilhas.”