Projecto Roteiros Sentimentais mostra os Açores através do olhar de nove imigrantes

000

Foi ontem lançado, a propósito das comemorações do Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e Desenvolvimento, o projecto “Roteiros Sentimentais”, promovido pela Cooperativa Cultural Mala com o apoio da Direcção Regional das Comunidades. 

Realizado por André Filipe e uma equipa que conta, na sua maioria, com experiências migratórias, o projecto é constituído por nove mini-documentários que revelam a história de nove imigrantes, oriundos de nove países (Angola, Brasil, Cabo Verde, Espanha, E.U.A., França, Hungria, Itália e Rússia), todos residentes em São Miguel. Durante nove semanas, às quintas-feiras, será divulgado um novo episódio, que poderá ser visualizado nas redes sociais daquela Cooperativa Cultural e da Direcção Regional das Comunidades.

“Nestes roteiros dos afectos, as personagens guiam-nos pelos seus locais favoritos na ilha de São Miguel. O projecto procura cativar para além dos residentes na ilha de São Miguel e nos Açores, todos os que nos visitam e que procuram conhecer este território através do olhar dos novos açorianos”, refere a Cooperativa Cultural Mala, em comunicado. 

 

O primeiro documentário foi dado a conhecer ontem e a entrevistada foi Susan Trubey, radicada há cerca de 20 anos na ilha de São Miguel. De 71 anos, é natural dos Estados Unidos da América e reside na freguesia dos Ginetes há cerca de 20 anos. Já foi distinguida por duas vezes pela junta de freguesia daquela localidade. Participa activamente na vida cultural da ilha, tendo contribuindo para a investigação sobre a presença americana na ilha de São Miguel, por altura da Primeira Guerra Mundial.