“Cacarita Verdelho” da Adega A Buraca ganha medalha de ouro

cacaritaO Cacarita Verdelho 2018 da Adega A Buraca, da ilha do Pico, foi premiado com medalha de ouro, com 91,25 pontos, na classificação geral, e medalha de ouro, com 98,55 pontos, na classificação feminina no concurso VinDuero-VinDouro 2020, que premeia os melhores vinhos de Portugal e Espanha. 

Os Prémios VinDuero-VinDouro prestam homenagem ao vinho como um valioso e representativo produto da diversidade cultural e patrimonial de ambos os lados da fronteira. 

Leonardo Silva, proprietário da adega, em declarações ao Jornal do Pico, confessa que “não tem sido hábito participar em concursos de vinhos, uma vez que estamos com este projeto não para levar palmadinhas nas costas, mas com vontade de fazermos cada vez melhor”, chegando, por isso à conclusão de que “se tivéssemos levado os nossos vinhos a mais concursos teríamos recebido mais prémios”.

Sobre a questão da gestão da qualidade, o produtor frisa que “a razão principal para alcançarmos a qualidade reconhecida tem a ver com o trabalho desenvolvido junto das cepas e pelo facto de sermos um produtor em pequena escala”. 

“Para além disso, tem havido um empenhamento de quem o faz” enaltece Leonardo, aproveitando a oportunidade para “deixar uma palavra de apreço ao Marco Faria, da Curral Atlântis, que apesar de não ser enólogo, tem feito um trabalho com muito mérito. 

Ciente de que estas medalhas de ouro vêm reconhecer a dedicação e empenho, o principal rosto da Adega A Buraca quer continuar “junto da equipa de colaboradores a dar o melhor para que o produto final tenha qualidade”, pois, como diz, “o nosso sonho de agora é que um dia tenhamos ainda melhores condições em termos da estrutura adega”. 

Até lá “vamos trabalhar para que a qualidade se mantenha a este nível que alcançámos”, concluiu Leonardo Silva. 

Em relação aos dados técnicos deste vinho agora premiado, de referir que o Cacarita é feito a partir de castas de verdelho. 

De cor amarelo citrino tem notas aromáticas de fruta tropical do maracujá local com uma certa mineralidade no nariz. 

É fresco na prova, e devido a essa mineralidade e acidez bem patente quando se coloca na boca, dando uma sensação de mar. 

Os Prémios VinDuero-VinDouro são um consolidado certame internacional de cinhos de Portugal e Espanha que nasceu em 2005, convertendo-se numa referência no território ibérico. 

O concurso realiza-se anualmente em Trabanca, uma localidade situada na província de Salamanca, na região das Arribas do Douro.  

 

Exclusivo Jornal do Pico/Diário dos Açores

 

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Já atrasou o seu relógio 1 hora?
domingo, 25 outubro 2020, 01:03
S. Miguel penalizou PS e ascendeu o PSD
terça, 27 outubro 2020, 10:46
228.572 eleitores poderão ir hoje às urnas
domingo, 25 outubro 2020, 00:00