Detectadas 4 novas cadeias de transmissão em dia de novo recorde de casos

covid-19 - cama desinfectante

O número de cadeias de transmissão activas nos Açores voltou ontem a aumentar, com o surgimento de quatro novas cadeias na ilha de São Miguel. Uma das quais está relacionada com uma unidade hoteleira de Ponta Delgada, avançou a Autoridade de Saúde Regional.

A cadeia “ligada a um estabelecimento hoteleiro situado no concelho de Ponta Delgada, conta com quatro casos positivos, sendo dois do sexo feminino, de 25 e 54 anos, e dois do sexo masculino, de 25 e 26 anos”,  lê-se no comunicado diário ontem divulgado.

Outra cadeia está relacionada “com um positivo reportado Terça-feira, tendo sido diagnosticados quatro indivíduos do sexo feminino, entre 13 e 56 anos, e quatro indivíduos do sexo masculino, de idades compreendidas entre 5 e 66 anos”, refere a mesma fonte.

Outra das novas cadeias de transmissão está associada a um caso positivo também reportado terça-feira, tendo sido  diagnosticado um homem, de 39 anos.

No contexto de mais uma cadeia de transmissão, relacionada com um caso positivo reportado igualmente na terça-feira, foi diagnosticado outro homem, de 34 anos.

Com mais estes números, a Região passa a contar com “16 cadeias de transmissão activas, sendo nove na ilha de São Miguel, quatro na ilha Terceira, duas partilhadas entre a ilha de São Miguel e a ilha de São Jorge e uma na ilha de São Jorge”. Já extintas estão 13 cadeias de transmissão.

 

38 novos casos positivos 

nos Açores

 

A Autoridade de Saúde Regional revelou que, das 1.616 análises realizadas entre terça e quarta-feira, foram diagnosticados 38 casos positivos de covid-19. O número diário mais alto, desde que teve início o surto nos Açores. 27 dos novos casos foram detectados na ilha de São Miguel e 11 na ilha Terceira, e registadas nove recuperações, sendo seis em São Miguel, duas na Terceira e uma em São Jorge.

No âmbito do rastreio realizado a quem chega à Região, foram detectados dois casos positivos em São Miguel, correspondentes a dois homens, de 43 e 53 anos, não residentes na Região, “que desembarcaram por via marítima, tendo sido diagnosticados através de teste de despiste ao SARS-CoV-2 realizado à chegada”.

Na ilha Terceira, foram diagnosticados, também através de análise efectuada à chegada, quatro homens, com idades compreendidas entre 23 e 34 anos, provenientes de ligação aérea com território continental português, “que integram uma equipa desportiva regional”.

 

Mais sete casos ligados 

a casa de strip

 

No que toca à investigação epidemiológica relacionada com o clube de strip em Ponta Delgada, a ASR revela que foram detectados sete novos casos positivos. São eles quatro indivíduos do sexo feminino, entre 11 e 50 anos de idade, e três indivíduos do sexo masculino, com idades compreendidas entre 19 e 78 anos.

Também na ilha de São Miguel, foram ainda diagnosticados uma mulher, de 44 anos, e um jovem, de 16, “relacionados com a cadeia de transmissão em investigação epidemiológica centrada na Ribeira Grande”.

Foram também diagnosticados, na ilha de São Miguel, outras duas mulheres, de 36 e 58 anos de idade, “estando os casos em investigação epidemiológica”.

 

Novos casos ligados

a restaurante em São Mateus

 

Na Terceira, no contexto da cadeia de transmissão associada a um restaurante na freguesia de São Mateus, foram diagnosticados uma mulher, de 54 anos, e quatro homens, com idades compreendidas entre 17 e 59 anos, “um deles através de teste realizado no final do período de 14 dias de isolamento profilático”.

Já no concelho da Praia da Vitória, na mesma ilha, foram diagnosticados dois novos casos, mulheres, de 31 e 51 anos, a propósito de uma nova cadeia de transmissão reportada terça-feira.

A Autoridade de Saúde Regional realça que “todos os contactos próximos das cadeias e dos casos em investigação epidemiológica cumpriam isolamento profiláctico desde a sua identificação pela Delegação de Saúde Concelhia”.

No que diz respeito às nove recuperações, seis foram na ilha de São Miguel, correspondentes a duas mulheres, de 25 e 60 anos de idade, e quatro homens, entre 27 e 55 anos, duas na ilha Terceira, designadamente uma mulher, de 38 anos, e um jovem, de 17, e uma na ilha de São Jorge, um homem, de 25 anos. Deste modo, o total de casos recuperados na Região ascende a 360.

Até ao momento, foram detectados na Região 679 casos de infecção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença Covid-19, verificando-se actualmente 360 casos recuperados e 226 casos positivos activos, dos quais 185 na ilha de São Miguel, 31 na ilha Terceira, seis na ilha de São Jorge, um na ilha do Pico, dois na ilha do Faial e um na ilha de Santa Maria.