Quase 1 em cada 4 inscritos nos Centros de Emprego na situação de “ocupado”

  • Imprimir

desemprego2Quase 1 em cada 4 pessoas inscritas nos Centros de Emprego dos Açores está a na categoria de “ocupados”, que pela definição oficial são “Trabalhadores integrados em programas de emprego ou formação profissional, com excepção dos programas que visem a integração directa no mercado de trabalho”. Ou seja, nem todos os apoios do Governo entram nesta catalogação, mas o número começa a ser exorbitante, especialmente quando comparado com o resto do país, em que a média é de 14% (são 2,5% nos Açores).
De resto, a estratégia parece não estar a funcionar, porque esse valor continua a crescer significativamente. No espaço de um ano, o número de “ocupados” passou de 1.728 para 3.782 – ou seja, um crescimento de 118%, ou seja, para mais do dobro. Entre Maio e Junho, reflectindo a implementação do que o Governo chama de “Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial”, o número de “ocupados” cresceu 590, o que é um aumento de 18,5%. Esse número posteriormente reflecte-se nos dados sobre o desemprego, que no 2º trimestre do ano baixou nos Açores, mas provavelmente apenas devido a estas ocupações. Aliás, o número de desempregados inscritos baixou 1,3%...
De acordo com os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional, que divulga estes dados, nos Açores apenas 66% dos desempregados estão inscritos nos Centros de Emprego, enquanto que a nível esse valor atinge os 78%.