Luís Quintanilha aponta prioridades do Governo dos Açores no transporte marítimo

  • Imprimir

AtlanticolineO director regional dos Transportes afirmou que o desenvolvimento e implementação do Plano Integrado de Transportes, a fusão das empresas públicas Transmaçor e Atlânticoline e a implementação da Escola de Formação de Marítimos são prioridades do Governo dos Açores para esta legislatura.
Luís Quintanilha, que falava terça-feira na conferência intitulada “A Plataforma Continental Atlântica - os desafios para os Açores na sua sustentabilidade”, em Ponta Delgada, salientou que é intenção do Executivo implementar um circuito regular de passageiros e mercadorias, em sistema de carga rodada entre as ilhas do Grupo Central, com um tarifário equilibrado, capaz de ser um verdadeiro regulador de mercado.
Segundo nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social, na sua intervenção, Luís Quintanilha destacou ainda a intenção de promover o Hub da Praia da Vitória, com vista à “criação de uma plataforma logística internacional que contemple a oferta de serviços como o abastecimento de LNG, reparação naval e o transhipment”.
O director regional referiu também a implementação de uma “estratégia de afirmação dos principais portos regionais, integrando-os nas ‘autoestradas do mar’ no espaço europeu, criando um Cluster Portuário, de modo a promover e reforçar a nível internacional a imagem da Portos dos Açores”.
Das linhas de actuação do Governo Regional para este sector, de importância vital para o desenvolvimento açoriano, constam ainda o melhoramento do sistema e das infraestruturas de suporte à conectividade regional, nacional e internacional, o desenvolvimento do projecto Costa, que surge no âmbito da estratégia Europeia 2020 com vista a desenvolver condições para substituir os combustíveis tradicionais pelo gás natural no transporte marítimo, a monitorização dos portos dos Açores para assegurar a prevenção de riscos nas áreas operacionais e a dinamização do sector da reparação naval, através da reactivação dos estaleiros navais da Madalena do Pico.
Nesta conferência, Luís Quintanilha apresentou ainda um enquadramento actual do sector marítimo-portuário e da sua importância, abordando ainda os modelos existentes de transporte de mercadorias entre os Açores e o continente, os actuais modelos de transporte marítimo de passageiros da Transmaçor e da Atlânticoline e o modelo de gestão da Portos dos Açores.