450 voluntários de São Miguel colaboram em campanha do Banco Alimentar

  • Imprimir

banco alimentarSerão cerca de 450 os voluntários que vão colaborar, em São Miguel, na próxima campanha de recolha de alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome.
A acção, que tem lugar este fim de semana, em 32 superfícies comerciais da ilha, desenvolve-se em conjunto com a Federação Portuguesas dos Bancos Alimentares.
Com a colheita de géneros, a instituição procura “abastecer o seu armazém que possibilitará o contínuo apoio a muitas famílias, não só nesta quadra natalícia, mas nos próximos meses, numa intervenção que se pauta pela discrição e pela adopção de critérios de efectiva necessidade dos apoiados”, refere um comunicado.
Entre os alimentos mais necessários, estão o leite, em que são precisos cerca de 7200 litros por mês, massas, enlatados de carne e peixe, cereais e papas.
A instituição micaelense sublinha que, “com a persistência da crise económica, o Banco Alimentar testemunha, com muita  preocupação, o agravamento as dificuldades que vividas por tantas famílias açorianas, e que se traduz num aumento da dependência do auxilio alimentar que presta. Desempregados, crianças e idosos são os primeiros destinatários dos alimentos que conseguimos angariar”.
No ano passado, com a contribuição de 57 instituições de solidariedade distribuíram-se 550 toneladas de alimentos, com o valor estimado de 645.831 de euros, a 5.234 famílias.
Ao longo deste ano de 2013, o Banco Alimentar já distribuiu, até ao final do mês de Outubro, 6.316  cabazes, cerca de 300 toneladas de alimentos, perto de uma tonelada por dia.
Cerca de 90% dos bens distribuídos pelos centros sociais e paroquiais, núcleos de Cáritas, grupos Vicentinos, Casas do Povo, Santas Casas de Misericórdia, destina-se às famílias e o restante vai para refeitórios de instituições de apoio social.
“Agora, mais do que nunca, o voluntariado e o mecenato social tornam-se fundamentais para garantir a necessária resposta do Banco Alimentar e evitar que haja alguém com fome ao nosso lado”, lê-se no mesmo comunicado.
A recolha dos alimentos será feita em vários estabelecimentos da ilha, nomeadamente nas lojas Continente de Ponta Delgada, Ribeira Grande e Lagoa, nas lojas Solmar de São Gonçalo, Avenida, Arrifes, Livramento, Fajã de Baixo, Capelas, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo e no supermercado Manteiga, em Ponta Delgada.
A campanha realiza-se também no supermercado Boca Doce, nos Arrifes, no Cova da Onça, em Água de Pau, no supermercado A Barraca, na Povoação e nas 17 lojas da Casa Cheia de São Miguel.