Número de feridos e mortos nas estradas até Outubro inverte tendência da última década

acidente de carroO número de acidentes nas estradas regionais no período de Janeiro a Outubro é o mais baixo da última década, mas o número de vítimas voltou a aumentar.
Com apenas 2.246 acidentes neste período, há um registo de menos 120 casos, o que corresponde a uma redução de 5% em relação a 2012. Mas nos restantes indicadores, parece haver uma inversão.
Com 524 feridos ligeiros, há um aumento de 34 casos, o que corresponde um aumento de quase 7% em relação a 2012, embora mantendo-se abaixo dos 600.
Em relação ao número de mortos, há uma clara inversão: um total de 13 vítimas, o que representa um aumento de 44% em relação ao ano anterior. Na realidade, trata-se de um regresso aos dados de 2008, quando se começou a verificar uma redução na mortandade.
O número de feridos graves, com um total de 84 casos, também registou um aumento de 7,7% em relação ao ano de 2012. É também um regresso aos dados de 2008.
Verdade seja dita que já não estamos nos níveis anteriores a 2008. Em relação a 2003, há uma redução de 36% no número de acidentes (menos 1.272), e em praticamente todos os indicadores sentiu-se uma tendência clara de redução, que só é contrariada em 2013. A redução do número de mortos é de 35% (menos 7 casos), a redução de feridos graves é de 25% e a de feridos leves de 34%.