Ponta Delgada continua a perder peso no mercado das embarcações de recreio

Marina de Ponta DelgadaO número de embarcações de recreio que aportaram nas marinas dos Açores entre Janeiro e Outubro aumentou cerca de 4% este ano, enquanto que o número de passageiros baixou cerca de 1,7%.
Ponta Delgada continua a perder peso no mercado das embarcações de recreio e este ano, de Janeiro a Outubro, ficou reduzida a 14,97% do total regional – uma redução quase contínua desde 2009, quando chegou a ser responsável por 20,35% do total. Com apenas 547 embarcações a aportar, trata-se de uma redução pelo 3º ano consecutivo. O melhor ano terá sido o de 2009, quando atingiu um total de 717 embarcações.
A Horta também tem vindo a reduzir o seu peso relativo, representando agora 30,76% do total regional, quando em 2009 era responsável por 37,5%. Aliás, de 2000 a 2006, a Horta era responsável, em média, por mais de metade de todas as embarcações de recreio atracadas nos Açores. A Horta registou este ano 1.124 embarcações. As marinas da Terceira também registam alguma variação negativa do seu peso regional, embora muito mais ténue, baixando para 21% do total, mas registando um aumento de quase 16% este ano.
A “culpa” é dos aumentos acentuados que se registam em Vila do Porto, São Jorge e Flores. S. Jorge é responsável neste momento por 11,9% das embarcações, quando antes de 2006 não registava nenhuma. Vila do Porto detém 8%.