Turismo rural com crescimento de 23% ultrapassa pela 1ª vez 1 milhão de euros

  • Imprimir

turismo rural2O segmento do turismo rural nos Açores registou um crescimento de 23,2% no número de dormidas no período de Janeiro a Setembro, que tradicionalmente representa mais de 90% do total do ano.
Pela primeira vez este segmento conseguiu ultrapassar uma receita total de 1 milhão de euros, atingindo 1,177 milhão, o que representa um aumento de 19,14% em relação ao ano de 2012.
Tal como no ano passado, os estrangeiros representaram a maior fatia de dormidas, este ano com 79,3% do total.
O crescimento, no entanto, foi semelhante, com 21% nos portugueses e 24,6% nos estrangeiros.
A principal nacionalidade continua a ser a alemã, que aumentou 4,5%, embora tenha baixado de 37,7% do total de estrangeiros no ano passado para 31,6% este ano. Há mais alemães do que portugueses.
A ilha de S. Miguel registou um aumento de 25,8%, mas o seu peso não passou dos 34,2% do total de dormidas. O Faial é a 2ª maior ilha, com 26,2%, enquanto que a Terceira se fica pelos 16,6%.
Segundo o SREA, este sector empregou apenas um máximo de 94 pessoas no mês de Julho e 93 no mês de Agosto, com um custo de menos de 400 euros por funcionário. Trata-se de uma diferença significativa em relação à hotelaria tradicional, em que a média é de 980 euros por funcionário.
Existem neste momento 101 estabelecimentos em actividade, com um total de 994 camas. No entanto, apenas responderam 61 estabelecimentos, responsáveis por 598 camas, e esse deverá ser o universo real em actividade.
A taxa de ocupação atingiu o pico máximo em Julho e Agosto, com 49%, baixando para 20% em Setembro e tendo como mínimo os menos de 3% nos meses de Janeiro e Agosto.