Açores ganham à Madeira prioridade para receber patrulhas oceânicos

Navio patrulha oceânicoSó no próximo ano e por um período de três meses, a Zona Marítima da Madeira (ZMM) será novamente controlada por um dos dois novos patrulhas oceânicos da Marinha Portuguesa (‘Viana do Castelo’ ou ‘Figueira da Foz’).
De acordo com o Diário de Notícias da Madeira, a informação foi avançada ontem, no Funchal, pelo comandante da ZMM, que reconheceu que a experiência do ‘Figueira da Foz’ na Madeira “correu muito bem” mas que a “prioridade” nas missões dos dois novos navios será “render as corvetas que estão atribuídas à Zona Marítima dos Açores”.
Em Julho, o patrulha ‘Cacine’, que conta já com 45 anos de actividade, termina a comissão na Zona Marítima da Madeira e será rendido por um navio da mesma classe, o ‘Cuanza’. Em Outubro, está prevista a vinda do patrulha ‘Schultz Xavier’. “Só de acordo com a disponibilidade é que porventura poderá haver a hipótese de para o ano um patrulha da classe ‘Viana do Castelo’ vir novamente para a Madeira por um período de três meses”, adiantou o capitão-de-mar-e-guerra Félix Marques.
O oficial falava no final da cerimónia de lançamento ao mar de uma coroa de flores em homenagem a todos aqueles que faleceram no mar. O evento, que encerrou as celebrações do Dia da Marinha, decorreu a bordo do patrulha ‘Cacine’ e ao largo do Funchal. O representante da República, Ireneu Barreto, que pela quarta vez presidiu a esta cerimónia, qualificou o acto como “tocante”, pois corresponde a “uma homenagem àqueles que deram a sua vida ao mar, quer civis quer militares” e a quem “devemos estar gratos”.