“NOS” investe 8 M€ na rede móvel dos Açores

Vasco Cordeiro e Miguel Almeida da NOSO presidente da Comissão Executiva da NOS, Miguel Almeida, revelou ontem que a empresa pretende investir, até Setembro, oito milhões de euros na rede móvel dos Açores e criar 35 postos de trabalho na região.
“Só na rede móvel estamos a falar de um investimento que, basicamente, está concentrado entre o início do ano até Setembro. Vamos investir oito milhões de euros. Estamos a pensar criar mais 35 postos de trabalho”, afirmou aos jornalistas Miguel Almeida, após uma audiência com o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, em Ponta Delgada.
A NOS é a empresa que resultou da fusão da ZON e da Optimus, tendo adoptado este novo nome no início de maio.
Miguel Almeida revelou que a rede móvel nos Açores está a ser “neste momento construída com as últimas tecnologias”, sendo que até setembro “a intenção é cobrir 97% da população açoriana” com as três tecnologias existentes (2.ª, 3.ª e 4.ª geração).
“Os Açores vão ter a maior cobertura do ponto de vista da população de 4.ª geração que existe em Portugal. No continente, estamos à volta dos 80%”, disse Miguel Almeida, acrescentando que o plano de investimentos da NOS na região contempla, ainda, o reforço da fibra e cabo nos serviços de televisão paga, internet e voz fixa.
Com a disponibilização da rede móvel no arquipélago, o presidente da Comissão Executiva da NOS adiantou que será possível disponibilizar nas ilhas as designadas “ofertas convergentes ou integradas”, que basicamente é ter os serviços todos (TV, internet, voz fixa e móvel) na mesma factura.
“Vamos oferecer preços mais baixos e trazer concorrência ao mercado açoriano”, assegurou.
Para o presidente do Governo Regional, o plano de investimento da NOS na região constitui um “sinal de confiança” na economia dos Açores.
“O investimento significativo que a empresa faz, os postos de trabalho que cria ou criará e, no fundo, o sinal de confiança que esse investimento representa naquilo que é o desenvolvimentos dos Açores e da economia açoriana”, afirmou Vasco Cordeiro, alegando que “este é mais uma sinal a juntar a outros”.
A NOS tem mais de 3,2 milhões de clientes móveis, cerca de 1,5 milhões de clientes de televisão, 1,5 milhões de clientes de telefone fixo e 927 mil clientes de internet de banda larga fixa.