Açorianos com metade dos médicos e das consultas dos continentais...

medicoOs Açores continuam com um dos mais baixos números de médicos do país, de acordo com as últimas Estatísticas de Saúde, relativo ao ano de 2012. Nos Açores há 613 médicos inscritos na Ordem dos Médicos com indicação de residência na Região, o que corresponde a apenas 1,4% do total nacional – muito abaixo da nossa taxa populacional, que é de cerca de 2,4%.
O resultado é que existe 1 médico para cada 4003 açorianos, um valor muito superior à média nacional, que é de apenas 240 habitantes por médico. Os Açores apenas são ultrapassados pelo Alentejo, que tem uma média de 431 habitantes por cada médico – embora seja uma região do continente, o que facilita bastante o acesso aos médicos de outras regiões.
Por outro lado, 91% dos médicos que estão na Região estão afectos aos hospitais e aos centros de saúde o que é um valor muito superior aos 66% registados no país – é mesmo o maior valor nacional. Na Madeira o peso dos médicos nos hospitais é de 73%. Cerca de 28% dos médicos estão afectos aos Centros de Saúde e 63% aos hospitais.
A este nível há apenas uma boa notícia: a classe médica está rejuvenescida. Cerca de 21% dos médicos têm menos de 31 anos de idade, o que é superior à média nacional de apenas 17,1%, enquanto que os médicos com mais de 65 anos representam 9,8%, o que está abaixo da média nacional de 13,1%.
Em termos de consultas externas nos hospitais, cada açoriano teve em média 1 consulta no ano de 2012, o que está bastante abaixo da média de 1,6 consultas registadas no país (embora não seja a pior região).
Já em termos de consultas nos centros de saúde a situação é ainda pior: cada açoriano teve apenas 1,2 consultas no ano, enquanto que a média nacional é de 2,5 consultas por habitante. Somos a esse nível a pior região do país. Refira-se que entram nesta categoria as consultas de medicina geral e familiar e planeamento familiar. Cada açoriano nem chegou a ter 1 consulta por ano em medicina geral e familiar (0,7), enquanto que a média no país foi de 2 consultas por habitante...