“A estética está sempre a evoluir e a Compacto Elegante está atenta a essa evolução”

Vera InácioVera Inácio, de 39 anos é a proprietária da Compacto Elegante, um Centro de Estética e Cabeleireiro localizado na Fajã de Baixo, em Ponta Delgada. Prestes a completar 11 anos de existência, o Diário dos Açores foi conhecer melhor esta empresa que se dedica à beleza e bem-estar.

 

Diário dos Açores – Como nasceu a Compacto Elegante?

Vera Inácio – A empresa completa no próximo dia 21 de Março 11 anos de existência. A ideia de ter a minha própria empresa começa em 2004 quando fiz a minha formação em estética, porque sempre gostei desta área. Em 2005 comecei a trabalhar por conta própria num gabinete de estética, num salão muito pequeno, onde permaneci durante dois anos e meio.

No início tinha poucos clientes, mas arregacei as mangas e não tive medo de trabalhar. Na altura optei por fazer muita publicidade. Aliás, até aos fins-de-semana eu e o meu marido andávamos a distribuir flyers e comecei a ver retorno e a criar a minha carteira de clientes. Desde então, nunca mais parei. Cheguei a trabalhar ininterruptamente das 08 da manhã até às nove da noite, de Segunda-feira a Sábado.

Passados estes dois anos e meio, optei por abrir um novo espaço. Depois de procurar, encontramos o espaço onde hoje estamos localizados, na Rua do Espírito Santo, na Fajã de Baixo e demos o nome de Compacto Elegante.

 

Porquê esse nome?

VI – Eu e o meu marido queríamos um nome diferente e pouco usual, porque neste tipo de negócio é muito comum os salões terem os nomes dos proprietários. Eu não queria isso, queria um nome que ficasse na história e que tivesse a ver com estética e beleza. Surgiu então o nome Compacto Elegante.

 

Abre então um novo espaço em 2007 com que serviços?

VI – Inicialmente tínhamos 1 cabeleireira e 2 esteticistas, mas hoje já somos 7 esteticistas e 5 cabeleireiros. Tínhamos para oferecer tudo o que tinha a ver com o mais básico da estética, como depilação, massagens, pedicure e manicure. No entanto, na altura, já começamos com equipamento para tratamentos do corpo que sempre foi o nosso ponto forte. Começamos com a radiofrequência, que trabalha a parte do rosto e do corpo. Fazíamos o rejuvenescimento facial e trabalhávamos a parte da gordura e flacidez… Desde então, nunca mais paramos. Fomos sempre evoluindo com a estética e hoje em dia possuímos um variadíssimo leque de serviços na área da beleza e bem-estar.

 

Passados 11 anos, a Compacto Elegante cresceu muito?

VI – Sim, muito! Fazendo uma comparação, não temos nada a ver com há 11 anos, mesmo ao nível de condições financeiras. Na altura não podia apostar tanto, como actualmente. Ainda o ano passado, fizemos algumas obras de remodelação e o espaço físico mudou bastante.

O nosso sucesso também fica a dever-se ao facto de irmos acompanhando a própria evolução ao nível dos tratamentos que vão surgindo no mercado. A estética está sempre a evoluir e a Compacto Elegante está atenta a essa evolução. Se sai um tratamento ou equipamento novo, nós adquirimo-lo logo e é também por isso, que já possuímos um vastíssimo leque de tratamentos.

Outro factor que contribui para o nosso sucesso está na equipa que constitui a Compacto Elegante. Damo-nos todos muito bem, somos praticamente uma família, em que não há patrão ou funcionário. Todos os meus colaboradores são muito trabalhadores e simpáticos. Respeitamo-nos muito e tratamos muito bem o nosso cliente. Quem quer que se dirija à Compacto Elegante é sempre recebido com muita alegria e simpatia e isso é reconhecido pelos nossos clientes.

 

Neste momento que tipo de tratamentos têm para oferecer a quem vos procura?

VI – O que vendemos mais são tratamentos para o corpo. Temos o Hifú, que é uma lipoaspiração não invasiva através de um altrasom muito potente e que trabalha tanto o rosto como o corpo, indo à gordura localizada, flacidez e rejuvenescimento facial. Temos também o Ilipo que é uma lipoaspiração não invasiva, através de laser díodo que implode, na hora, com a gordura que é depois eliminada através das fezes e da urina. Dispomos ainda de vários tipos de radiofrequência, como tripolar, bipolar e unipolar. A radiofrequência serve para trabalhar o rejuvenescimento facial e, no que toca ao corpo, destina-se mais à flacidez e celulite.

Outro tratamento de que dispomos é a Criolopólise em que já dispomos de dois equipamentos para este tipo de tratamento que, refira-se, foi a grande novidade do ano passado. Este tratamento trabalha a gordura através do congelamento das células gordas. A gordura é congelada e, ao ser congelada, sofre uma apoptose, que é uma morte celular programada. Esta gordura é depois eliminada nas fezes e urina. Neste processo, a cliente deverá ter algum cuidado com a alimentação e beber muita água.

No que concerne aos laser, também evoluímos muito nesta área. Começamos com luz pulsada, depois adquirimos o laser díodo e este ano já investimos no laser três em um que é um laser que trabalha o pêlo escuro, branco, loiro e fino. Esta é a grande novidade do momento que serviu também para assinalar o nosso aniversário. Temos ainda um outro laser que está indicado para o rejuvenescimento facial e remove tatuagens. Temos ainda a microdermoabrasão que trabalha o acne, flacidez ou manchas.

 

Para poder ter esta oferta tão diversificada foi necessário muitas formações?

VI – Quando adquirimos os equipamentos, a própria empresa vem cá e dá-nos formação. Temos sempre muitas formações para podermos estar sempre actualizados. Esta é uma área onde não se pode parar… Ainda o ano passado saíram as unhas de emersão, e investimos neste serviço para juntar aos que já tínhamos como as unhas de acrílico, gelinho e gel. Este ano já está a sair uma outra novidade que é a Jelly Gel e já estou a pensar apostar em mais esta novidade. Se paramos de investir, ficamos para trás.

Só temos o sucesso que temos, porque nunca paramos e estamos sempre a investir. É isso que faz com que consigamos estar sempre a evoluir e a ter cada vez mais clientes. Também estamos sempre a crescer na área do cabelo, e da estética. Na Compacto Elegante já fazemos muito pés, mãos e depilação, no entanto os tratamentos do corpo são a nossa maior aposta.

Temos ainda o solário e um SPA instalado no Azoris Royal Garden que surgiu três anos depois de ter aberto a Compacto Elegante. Uma vez que já tínhamos tanto movimento, entendi abrir o SPA, um serviço que já existe há oito anos.

 

Quem são os seus clientes?

VI – Homens e mulheres de todas as idades, desde rapazes com 18 anos a senhoras com 50 e 60 anos. Curiosamente o ano passado tivemos muitos clientes homens. Cada vez mais os homens se preocupam com a beleza, tanto exterior com interior. A mulher leva a vida toda a fazer dieta, já o homem não, porque quando ele decide fazer dieta é de uma só vez e eles emagrecem muito, até porque o homem tem um metabolismo muito mais activo que as mulheres, o que leva a que os resultados com estes tipos de tratamentos sejam muito bons.

 

Quando abriu a Compacto Elegante, pensou que ia ser o sucesso que é?

VI – Eu sempre fui muito ambiciosa e não se confunda ambição com ganância. Eu sempre gostei de ter, mas para isso sempre fui muito trabalhadora. Nunca tive medo de arregaçar as mangas e colocar «a mão na massa». Quando é para trabalhar, é para trabalhar… Ainda hoje em dia não tenho folgas. Só páro quando tiro uns dias de férias que só as comecei a tirar em 2009, poucos anos depois de ter aberto a minha empresa. De resto, trabalho de Segunda a Sábado e às vezes aos Domingos quando há serviço.

Uma vez mais reforço que o meu sucesso também fica a dever-se ao facto de ser muito dedicada ao meu trabalho, sendo que o que faço é com gosto e perfeição.

 

São 11 anos de grandes investimentos?

VI – Sim. Começamos sem nada, com um investimento totalmente privado. No início ainda tentamos recorrer a algum apoio governamental, mas não existiam apoios para investimentos na área da estética. Em 2007, investimos todas as nossas poupanças na abertura desta empresa.

 

Arrepende-se?

VI – Não! De modo algum! Sinto um grande orgulho no que consegui conquistar ao longo destes 11 anos. Tenho clientes que me acompanham desde a primeira hora que, hoje em dia, reconhecem o quanto evoluiu a Compacto Elegante.

 

E novos projectos existem?

VI – Estou a pensar expandir a Compacto Elegante, abrindo um novo espaço numa outra localidade da ilha, perto da Ribeira Grande. Eu e o meu marido já estamos à procura de espaços, mas ainda não encontramos o sítio ideal. O meu marido apoia-me muito, aliás foi ele quem encontrou o espaço onde estamos actualmente. Durante a semana, depois do trabalho dele, ele costuma estar na Compacto Elegante, ajudando-me também aos fins-de-semana. É também o meu marido quem escolhe as localizações para a Compacto Elegante. Por isso, quando ele encontrar o melhor espaço, sei que posso confiar nele. Trabalhamos muito em conjunto e damo-nos muito bem. Casamos em 2003, fiz o curso em 2004, abrimos o negócio em 2007 e já temos uma filha com 14 anos.

 

O que difere a Compacto Elegante da concorrência?

VI – O variadíssimo leque de tratamentos e o facto de estarmos sempre a inovar. Entendo que a concorrência é sempre saudável.

 

Há alturas com mais trabalho do que outras?

VI – Sim. Por exemplo, no que diz respeito a tratamento do corpo, entre Abril e Maio há uma grande procura pelos tratamentos de emagrecimento. Todos querem ficar mais magros para o Verão. Mas não se emagrece de uma hora para a outra. Isso são tratamentos que requerem tempo e alguns cuidados e não pode ser só nos meses que antecedem o Verão.

Já a depilação, pedicure, manicure e massagens são serviços de todo o ano.

 

Como olha para o futuro da Compacto Elegante?

VI – Sempre a evoluir e comigo a trabalhar na empresa.

 

More articles from this author