Mais cerca de 900 beneficiários de RSI em apenas um ano

Pessoas na rua PDLNo último ano, o número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção aumentou para 19.038 nos Açores, mais 894 em Março deste ano quando comparado com Março do ano passado.

De acordo com os dados a que o nosso jornal teve acesso, o número de beneficiários do RSI tem vindo a subir desde o início do ano, com 18.710 em Janeiro, 19.007 em Fevereiro e 10.038 em Março.

Em março do ano passado eram 18.144 os beneficiários inscritos no Rendimento Social de Inserção.

Comparando com a última década, são mais 3.043 os beneficiários inscritos neste programa.

Com efeito, em Março de 2008 o número de beneficiários era de 16.995.

O valor médio processado em Março deste ano para cada beneficiário foi de 118,32 euros, quando no mesmo período do ano passado era de 114,37 euros.

Há dez anos o valor era de 68,28 euros. 

A nível nacional o número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção também aumentou em Março, abrangendo 223.151 pessoas, mais 1.464 do que em Fevereiro, um aumento de 0,7%. 

Em relação a Março de 2017, este apoio alcançou mais 11.347 beneficiários, representando um aumento de 5,4%.

O número de famílias beneficiárias desta prestação social também aumentou em Março, situando-se em 101.553, mais 263 face a Fevereiro, e mais 6.017 comparando com o mês homólogo de 2017. 

A prestação média de RSI por beneficiário foi de 114,19 euros, mais 0,2% do que o valor revisto do mês anterior (113,99 euros) e mais 1,7% do que em Março de 2017 (112,29 euros), e por família foi de 257,54 euros, adiantam os dados.

Analisando os beneficiários desta prestação social por idades, as estatísticas indicam que 32,2% tinham menos de 18 anos, 14,7% tinham idades entre os 18 e os 29 anos, 11,4% entre os 30 e os 39 anos, 15% entre os 40 e os 49 anos e 26,6% tinham 50 ou mais anos. 

A maior parte dos beneficiários do RSI reside nos distritos de Porto (64.964), Lisboa (39.424), Setúbal (20.073) e Açores (19.038).