Ponta Delgada prepara-se para receber milhares de pessoas para as Festas do Espírito Santo

espírito santo - foliõesAs Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, iniciativa da Câmara Municipal vão levar milhares de pessoas à maior cidade açoriana.

A XV edição destas grandes festividades tem início já esta Quinta-feira, 5 de Julho, com a conferência inaugural, pelo Bispo D. Ximenes Belo, Prémio Nobel da Paz, na Igreja Matriz de São Sebastião.

A anteceder a conferência, subordinada ao tema “Espiritualidade Cristã”, serão inauguradas as exposições de fotografia “Divino em Objectiva 2017”, da AFAA, e “Festas do Império do Divino Espírito Santo de Alenquer 2018”, nas imediações da Igreja Matriz, respectivamente.

Após a conferência de D. Ximenes Belo, e ainda na Igreja Matriz, terá lugar um recital por professores e alunos do Conservatório Regional de Ponta Delgada.

Na Sexta-feira, 6 de Julho, às 18h30, também na Igreja Matriz de São Sebastião, proceder-se-á ao lançamento do livro “Missionários Açorianos em Timor”, de D. Ximenes Belo, realizando-se a já tradicional Mudança da Bandeira do Divino Espírito Santo (do Centro Municipal de Cultura aos Paços do Concelho), às 20h00, acompanhada pela Banda Filarmónica Minerva (Ginetes).

Segue-se o desfile da charanga dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, na Praça do Município, a abertura do Quarto Espírito Santo, no Salão Nobre, o concurso de massa sovada (o júri convidado é a Confraria dos Gastrónomos dos Açores), no edifício principal da Câmara, e a Bênção da despensa do Espírito Santo, na tenda das Portas da Cidade.

Após a Bênção, realiza-se a arrematação da massa e do pão, ainda na tenda das Portas da Cidade, ao que se segue a abertura dos Quiosques de Solidariedade Social, no lado sul da Igreja da Matriz, a abertura do bazar de artesanato dos Centros de Idosos do Concelho, no mesmo local, e o concerto, pelas 22h30, da Banda Minerva, no coreto junto às Portas da Cidade.

No Sábado, 7 de Julho, a partir das 09h00, terá lugar a distribuição das 55 pensões por Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, procedendo-se, depois, pelas 11h30, à inauguração do Triato do Espírito Santo, no coreto do Campo de São Francisco.

A partilha popular das mais de 13.000 Sopas do Espírito Santo, no Campo de São Francisco tem início marcado para as 12h00, realizando-se o tradicional Cortejo Etnográfico das 24 freguesias do concelho, na Avenida Infante D. Henrique, a partir das 15h00.

O cortejo deste ano integra 27 carros de bois, 57 carros alegóricos, 18 folias, 4 agrupamentos musicais e duas carrinhas com massa sovada.

Pelas 19h30, no Quarto do Espírito Santo (Salão Nobre), tem início a Recitação do Terço Cantado.

Ainda no Sábado, às 21h00, actuará o Grupo de folias do Espírito Santo da Covoada, no coreto junto às Portas da Cidade, e, pelas 22h00, o Agrupamento Musical “Brumas da Terra”, na Praça do Município.

O dia maior das Festas, Domingo, 8 de Julho, tem início com a Missa da Coroação, às 09h30, animada pelo Coral de São José, no Largo da Matriz. Às 11h00, nas Portas da Cidade, será distribuído o Bodo de Leite e, às 16h00, começa a Grande Coroação dos Impérios do Espírito Santo do concelho de Ponta Delgada.

A Grande Coroação integra 74 coroas e 88 Bandeiras, além de 11 bandas filarmónicas e as delegações convidadas, nomeadamente Casa do Triângulo, elementos dos Estados Unidos da América e Canadá, bem como o Grupo de Inclusão Social.

Como habitualmente, a Coroação sai do Campo de São Francisco, seguindo pela rua Luís Soares de Sousa, Largo Dr. Manuel Carreiro, Avenida Infante D. Henrique, rua da Fonte, rua Ernesto do Canto, rua dos Mercadores e Praça do Município.

Às 20h30 de Domingo, 8 de Julho, grupos de Cantigas ao Desafio sobem ao coreto situado em frente às Portas da Cidade, enquanto às 22h00 terá lugar o concerto dos Myrica Faya (da ilha Terceira), na Praça do Município.

 

Arroz doce começa a ser preparado hoje

 

É já esta Quarta-feira que o grupo de senhoras dos Fenais da Luz e várias funcionárias da autarquia de Ponta Delgada, começam a preparar o arroz doce que, conjuntamente com a massa sovada, vai ser servido Sábado, no Campo de São Francisco, depois das mais de 13.000 Sopas do Espírito Santo.

No total, são 275 quilos de arroz, mais 275 quilos de açúcar e 275 unidades de limão dos Açores, bem como 285 dúzias de ovos, 90 pacotes de manteiga e 8 quilos de canela. Isto sem contar com os restantes ingredientes necessários à confecção desta especialidade da doçaria tradicional.

O arroz doce está a ser confeccionado nas cozinhas do Coliseu Micaelense e ficará condicionado em arcas frigoríficas até ao dia da partilha. 

 

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Condutor detido com 2,94 g/l de álcool no sangue
terça, 13 novembro 2018, 00:00
Faleceu o deputado do PSD/Açores Paulo Parece
terça, 13 novembro 2018, 00:00