Homem a tourear com criança ao colo provoca repúdio a nível internacional

tourada criançaA plataforma anti-touradas ‘Basta’ denunciou às autoridades uma situação considerada “extremamente grave” ocorrida quinta-feira, durante uma tourada à corda, numa localidade da freguesia de Santa Cruz, na ilha Terceira.

Num vídeo, publicado no Facebook da “Comissão das touradas e Bodo de Leite - Festas da Casa da Ribeira 2018” e entretanto eliminado, observa-se um homem com um capote, e uma criança pequena ao colo, a enfrentar um touro, “colocando em risco a sua vida e a vida da criança?“, denunciou a associação em comunicado enviado às redacções.

A plataforma descreve o episódio como uma “situação de total irresponsabilidade e uma clara violação da legislação que protege as crianças em Portugal”, além de constituir um “grave atropelo à Convenção dos Direitos da Criança” da ONU.

A ‘Basta’, que já denunciou o caso às autoridades, apela à identificação e punição devida do homem que aparece no vídeo, esperando que o caso “sirva de exemplo para situações futuras em touradas à corda, largadas ou demonstrações de toureio”.

“Apelamos ainda à intervenção da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens para que sensibilize as comissões locais a agir nestes casos, em defesa do superior interesse das crianças”, acrescenta a nota.

A situação em causa já foi denunciada à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Angra do Heroísmo e à Comissão Nacional.

As imagens do momento foram entretanto divulgadas pela Associação Portuguesa para a Ética Animal e já chegaram também a algumas publicações internacionais, que condenaram a atitude do homem com a criança ao colo.