Ponta Delgada recebe Congresso de Endocrinologia e Nutrição dos Açores

Hospital PDL2

O Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, recebe de 22 a 25 de Outubro, o XVI Congresso de Endocrinologia e Nutric?a?o dos Ac?ores, XVII Jornadas de Diabetologia e VIII Simpósio de Nutrição.

Para ale?m das diversas actualizac?o?es na abordagem e tratamento da patologia endo?crina e metabo?lica, será também levado a cabo um Simpo?sio em Nutric?a?o e dois cursos satélites nomeadamente Insulinoterapia na Diabetes mellitus tipo 2 e Antropometria em contexto clínico e cesportivo.

Sera? ainda organizada uma discussa?o de trabalhos cienti?ficos na a?rea da endocrinologia, diabetes, metabolismo e nutric?a?o, os quais sera?o apresentados sob a forma de poster. Este novo evento para lá das temáticas da maior pertinência, sobretudo nas da área da saúde pública açoriana, obesidade, diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia, carência de iodo, etc...., trás algumas novidades. Assim, estará em Ponta Delgada o Director da Divisão das Doenças Crónicas não Transmissíveis, da OMS-Europa, João Breda, que vem de Moscovo, e que irá partilhar aspetos das políticas alimentares e nutricionais na prevenção das doenças crónicas não transmissíveis; 

O evento contará também com a presença da responsável pelo estudo da OMS-Europa “Childhood Obesity Surveillance Initiative” (COSI), Ana Rito, que vem de Copenhaga e que irá falar da evolução da obesidade infantil na Europa nos últimos 10 anos.

Também Tadej Battelino, Professor de Pediatria e Vice Reitor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lubliana, Eslovénia, marcará presença neste congresso. Tadej Battelino é reconhecido internacionalmente pelo seu trabalho na monitorização contínua da diabetes a na terapêutica com sistemas de perfusão subcutânea contínua de insulina (Bombas de insulina), sendo um dos pioneiros na Europa nessa área. O especialista fará uma conferência sobre a utilização da tecnologia inovadora, em diabetes para aumentar a capacidade de controlo.

A encerrar o congresso com a conferência: O Envelhecimento – Qualidade ou Quantidade? Estará o psiquiatra português Júlio Machado Vaz.

Marca também presença neste congresso, para além de muitos outos especialistas, Sobrinho Simões, figura incontornável do universo científico global e que irá falar sobre – Genes, Ambiente e Sorte – A Tríade mais Assustadora que Tranquilizante.

 

Joana Correia distinguida com o prémio de excelência do Novo Banco dos Açores

Joana Correia - aluna gestãoO Conselho de Administração do Novo Banco dos Açores vai atribuir o prémio de excelência ao melhor aluno do ano lectivo 2018/2019 das licenciaturas de Gestão e de Economia da Universidade dos Açores.

Este ano, a distinção vai para a estudante Joana de Fátima Medeiros Correia, licenciada em Gestão, que será premiada com o montante de mil euros e um estágio remunerado no Novo Banco dos Açores. 

A entrega do prémio está agendada para o próximo dia 22 de Outubro, pelas 16 horas, num evento que será precedido por uma conferência a proferir por Simão Markovitch, Director Geral do Terra Nostra Garden Hotel, que irá falar da unidade hoteleira que gere como “um Tesouro dos Açores”.

Simão Bensaude Markovitch mudou-se para São Miguel em 2012 para abraçar um exigente desafio profissional no Grupo Bensaude, assumindo as funções de Assistente da Direcção de Operações na Bensaude Turismo, ficando  responsável, de forma tranversal a todos os Hotéis, pelas áreas de Food & Beverage e Compras.

Continuou sempre a investir na sua formação profissional, com enfoque nas áreas de Gestão, Gestão de Equipas e Liderança. Foi um membro activo no projecto de remodelação total, reposicionamento e reabertura do Terra Nostra Garden Hotel, projecto que decorreu entre 2012 e 2013 e no final de 2015, é convidado para assumir as funções de Director desse Hotel, bem como do Parque Terra Nostra, responsabilidades que assume até à presente data.De salientar que, nos últimos anos, o Hotel e o Parque têm recebido inúmeros prémios e reconhecimentos nacionais e internacionais, dos quais salientam-se os da Condé Nast Johansens em 2017 e 2019, do World Travel Awards em 2016, do World Luxury Travel Awards em 2016, dos guias Boa Cama Boa Mesa em 2016, 2017, 2018 e 2019 e recentemente, o Melhor Hotel 4 estrelas nacional, pela Publituris.

Sindicato denuncia atrasos nos processos de avaliação do desempenho nas IPSS

função pública1O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP) dos Açores denunciou o “clima de insatisfação” dos trabalhadores das IPSS do Faial e do Pico devido aos atrasos nos processos de avaliação de desempenho.

O sindicato, que reuniu nos locais de trabalho das IPSS/Misericóridas das duas ilhas entre 16 e 20 de Setembro, diz ter detectado  “o clima de insatisfação, impaciência e contestação que grassa no seio dos trabalhadores da administração pública regional pelos atrasos anormais e incompreensíveis registados nos respectivos processos de avaliação do desempenho e, consequentemente, pelo adiamento que daqui resulta no que toca ao pagamento das respectivas progressões obrigatórias vencidas este ano”.

Segundo refere o sindicato em comunicado, “por força do descongelamento das progressões operado pela Lei que aprovou o Orçamento de Estado para 2019, este ano há lugar a alteração obrigatória para a posição remuneratória imediatamente seguinte àquela em que o trabalhador se encontra, caso este tenha acumulado 10 pontos nas avaliações do desempenho referido às funções exercidas durante o posicionamento remuneratório em que se encontra, sendo os efeitos desta alteração do posicionamento remuneratório reportados a 1 de Janeiro de 2019”.

No entanto, continua o SINTAP, “em virtude dos atrasos anormais registados na atribuição das avaliações de desempenho referentes ao ciclo avaliativo de 2017/18 os trabalhadores estão pura e simplesmente impedidos de progredir nas respetivas carreiras, precisamente por não saberem das avaliações deste seu último desempenho, e assim de receberem os aumentos daqui resultantes”.

A estrutura sindical já informou o Governo Regional sobre a situação, questionando sobre “o porquê de, chegado a esta altura do ano, não se encontrarem concluídos os processos de avaliação do desempenho de milhares de funcionários públicos regionais e processadas e pagas as progressões a que têm direito”, afirmando aguardar “pela resposta e consequente acção correctiva”.

Ainda no âmbtio das reuniões realizadas, o SINTAP afirma haver insatisfação por parte dos trabalhadores face ao “impasse em que se encontra o processo negocial com a URMA e URIPSSA tendente à actualização anual dos seus salários e à revisão do respectivo acordo colectivo de trabalho”. Os trabalhadores terão manifestado interesse em “avançar para a greve como forma de protesto e pressão”, revelou o sindicato, na nota enviada.

Marinha em missão para “apoiar as populações” com o navio patrulha oceânico ‘Setúbal’

NRP setúbal

O navio patrulha oceânico Setúbal iniciou no passado dia 18 de Setembro, a sua missão nos Açores, para guarnecer o dispositivo naval até ao dia 29 de Dezembro.

O NRP Setúbal tem por objectivo guarnecer o dispositivo naval nos Açores, desenvolvendo tarefas específicas no âmbito da busca e salvamento marítimo, da monitorização e controlo da pesca e da navegação, da prevenção e combate à poluição marinha e na prevenção e combate a actividades ilegais, como o narcotráfico.

Para além das tarefas acima referidas, o navio poderá ser empregue também em operações militares e está capacitado para dar apoio humanitário na sequência de desastre naturais, tendo um importante papel no apoio à estrutura da Protecção Civil dos Açores.

O NRP Setúbal é o quarto navio da classe Viana do Castelo e o mais recente navio da Marinha, sendo a primeira vez que guarnece o dispositivo naval dos Açores.  

?O NRP Setúbal é comandado pelo Capitão-tenente Rui Manuel Zambujo Madeira e tem uma guarnição de 47 elementos.

 

Alista-te por um dia

 

Ontem, no âmbito de uma acção de divulgação das Forças Armadas intitulada ‘Alista-te por um dia’, o navio Setúbal foi visitado por alunos do quarto ano de escolaridade. Uma actividade que contou com a presença do Director Regional da Educação que destacou o papel que, ao longo do tempo, nas suas múltiplas vertentes, as Forças Armadas desempenham na promoção da cidadania, salientando a importância da envolvência e da colaboração das escolas, neste projecto de âmbito nacional.

O programa ‘Alista-te por um dia’, que ontem foi dirigido aos alunos do 4.º ano da Escola Básica Integrada Canto da Maia, visa promover a imagem de umas Forças Armadas credíveis, mais próximas dos cidadãos e mais abertas à sociedade.

Procura-se, desta forma, promover o exercício de uma cidadania activa e responsável, através da divulgação da missão e dos valores das Forças Armadas junto dos jovens, aumentar a base de recrutamento de jovens para as fileiras dos vários Ramos das Forças Armadas, melhorar a imagem das Forças Armadas enquanto instituição, e dos seus militares, junto da sociedade.

Potenciando parcerias e relações institucionais com entidades públicas e privadas que contribuam para a eficiência do cumprimento das Forças Armadas, foi estabelecido, em Julho de 2019, um protocolo entre a Secretaria Regional da Educação e Cultura e o Comando Operacional dos Açores do Estado-Maior General das Forças Armadas, que definiu um plano de visitas de diversas unidades orgânicas do sistema educativo regional às unidades militares dos três ramos das Forças Armadas sedeadas no arquipélago.

A iniciativa é dirigida aos alunos do 4.º ano, de forma a que tomem o devido conhecimento dos valores da instituição militar e da cidadania, conhecendo, de forma dinâmica e apelativa, as actividades mais representativas das Forças Armadas Portuguesas, inserindo-se na Linha de Acção da Directiva Estratégica do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA) para os anos 2018/2021.

Posteriormente, será estabelecido um plano de palestras a ministrar pelo Comando Operacional dos Açores do Estado-Maior General das Forças Armadas nas escolas com ensino secundário, visando promover nos jovens o exercício de uma cidadania activa e responsável.

Marinha Portuguesa recupera equipamento oceanográfico norte-americano nos Açores

boia à derivaO Sistema Integrado de Observação dos Oceanos - Integrated Ocean Observing Systems (IOOS) – dos Estados Unidos informou, no passado Sábado,  a Marinha Portuguesa de que uma bóia oceanográfica, pertencente àquele instituto, se encontrava à deriva, a cerca de 10 milhas náuticas (aproximadamente 15 km) a oeste da Ponta da Ferraria, na ilha de São Miguel.

De acordo com o IOOS, a bóia soltou-se da sua amarração, no Golfo de Maine, tendo derivado para as águas açorianas, sendo muito importante a sua recuperação face ao valor dos equipamentos que contém. Com cerca de uma tonelada de peso e 250m de cabo com equipamentos, a boia corria o risco de derivar para terra, destruindo todos os equipamentos.

Para a operação, foi empenhado o NRP Setúbal, que se encontra em missão na Zona Marítima dos Açores, para proceder à detecção e recuperação do equipamento, missão considerada de cariz urgente face à previsão de agravamento das condições meteorológicas. O navio largou de Ponta Delgada pelas 14h20, tendo detectado a boia cerca das 15h55.

Foi efectuada uma filmagem subaquática pelos mergulhadores do NRP Setúbal que permitiu aferir o estado do equipamento e garantir o adequado aconselhamento técnico por parte do Instituto Hidrográfico que se encontrava em contacto directo com o IOOS a acompanhar a operação.

A boia e respectivos equipamentos foram então recuperados para bordo, de acordo com as indicações do IOOS, e cujos exigentes procedimentos permitiram salvaguardar a integridade dos mesmos. Concluída a recuperação, o NRP Setúbal regressou ao porto de Ponta Delgada, onde a bóia foi descarregada para ser devolvida ao IOOS com o apoio do Comando da Zona Marítima dos Açores.