41 escalas trazem aos Açores 40 mil passageiros e 18.500 tripulantes em Abril

seven seas explorer

Abril é, normalmente, o mês com mais escalas de navios de cruzeiros no arquipélago, devido ao reposicionamento que os mesmo fazem vindos das Caraíbas e Estados Unidos, com destino ao continente europeu, para a época de verão.

Como é habitual, Ponta Delgada, com 24 escalas agendadas, é a cidade com maior número de navios e visitantes, seguindo-se a cidade da Horta com 6 escalas e a ilha Terceira com 5. 

As restantes ilha do arquipélago também irão ter uma escala cada, integradas num cruzeiro temático, que partindo de Ponta Delgada passará por todas as ilhas.

Como pontos altos deste interessante movimento, teremos em Ponta Delgada, no dia 29, a passagem de quatro navios e nos dias 19 e 30 teremos três navios. 

Igualmente nos dias 12 e 23 haverá em Ponta Delgada a presença de dois navios, o mesmo acontecendo na cidade da Horta no dia 29.

Evidentemente que todo este movimento que irá ocorrer em Ponta Delgada nesses dias, tornará a nossa cidade numa urbe de grande movimento e com a azáfama própria de uma cidade virada cada vez mais para o turismo, fruto da invasão dos milhares de visitantes, que irão procurar descobrir a cidade e o seu casario, jardins, igrejas, praças e muitos outros recantos que a mesma tem para mostrar aos seus visitantes, para além de todo o movimento que irá ser gerado com as habituais excursões aos principais pontos turísticos da ilha de São Miguel.

Parta além das escalas de hoje e amanhã (que damos conta na página anterior), as escalas irão prosseguir no dia 4 com a presença nesta cidade de um dos mais luxuosos e conceituados navios de cruzeiros da actualidade. 

De facto, o SEVEN SEAS EXPLORER, o mais recente navio de cruzeiros da luxuosa operadora norte-americana Regent Seven Seas Cruises, tem merecido rasgados elogios da comunicação social especializada, atendendo os seus elevados padrões de luxo e conforto, onde se alia um serviço de alta qualidade, como é apanágio desta operadora.

Esta paragem em Ponta Delgada e no dia anterior na cidade da Horta estão inseridas num itinerário transatlântico, que teve inicio no passado dia 25 de Março em Miami e que irá terminar em Lisboa no dia 10, e que inclui, para além das escalas no arquipélago, paragens em King´s Wharf, na Bermuda, e na cidade do Funchal.

Construido nos estaleiros italianos de Fincatieri, de Sestri Ponente, em Génova, foi entregue à companhia em Novembro de 2016.

Com 224 metros de comprimento, 31,1 metros de boca, um calado de 7,1 metros e 13 decks públicos, possui 54.000 toneladas de arqueação bruta, sendo a sua capacidade de alojamento em suítes com varanda de 750 passageiros. A sua tripulação é composta 552 elementos. Como curiosidades finais registe-se que na sua Regent Suite, localizada sobre a ponte de comando, a sua cama custou a módica quantia de 90.000 dólares. 

No dia 5 será a vez do terminal da Portas do Mar receber a visita do JEWEL of the SEAS, um dos navios da classe Radiance da conhecida companhia norte-americana Royal Caribbean International. Esta escala em Ponta Delgada está incluída num cruzeiro transatlântico de 14 noites que se iniciou no passado dia 29 de Março em Miami, e que inclui igualmente escalas em Gibraltar, Alicante e Valência antes da sua chegada no dia 12 a Civitavecchia em Itália.

Construido em 2004 nos estaleiros de Meyer Werft, em Papenburg na, Alemanha, este elegante navio norte americano apresenta 90.090 toneladas de arqueação bruta, 293,2 metros de comprimento, 32,2 metros de boca e um calado de 8,5 metros. Tem capacidade para alojar 2.100 passageiros em ocupação normal que poderão estender-se a perto de 2.500 em ocupação máxima. A sua tripulação é de 858 elementos.

No dia 10 será a vez do terminal de cruzeiros das Portas do Mar receber o SERENISSIMA, da operadora Noble Caledónia, empresa vocacionada para cruzeiros temáticos por muitos locais inacessíveis aos grandes navios. Em Ponta Delgada o navio deverá embarcar cerca de uma centena de passageiros, que iniciarão nesta ilha um cruzeiro de 9 noites que contempla escalas em todas as ilhas do arquipélago. 

Construido em 1960 nos estaleiros de Trondheims Mekaniske, na Noruega, o SERENISSIMA possui 87,1 metros de comprimento e 13,3 metros de largura. Desloca 2.621 toneladas de arqueação bruta, tendo capacidade de alojar 110 passageiros e 50 tripulantes.

Muito embora seja um navio já com 57 anos, o mesmo apresenta-se em excelentes condições de navegabilidade, oferecendo aos seus hóspedes excelentes comodidades num ambiente muito familiar e descontraído.

O dia 12 está reservado para o regresso do luxuoso paquete SILVER SPIRIT, da conceituada operadora Silversea, que em Ponta Delgada fará a segunda escala no arquipélago, incluídas num cruzeiro transatlântico de 13 noites e iniciado em Fort Laudardale, na Florida, no dia 2, e que irá terminar em Lisboa no dia 15, com paragens igualmente em Hamilton, nas Bermudas, e na cidade da Horta.

Inaugurado em Dezembro de 2009, foi construído nos estaleiros italianos Fincantieri, sendo o sexto navio daquela operadora. É também um dos maiores e mais sofisticado, proporcionando aos seus hóspedes uma ambiência de grande requinte e elevadíssimos padrões de qualidade. Em 2018 foi aumentado com um novo bloco de perto de 16 metros que lhe conferiu 39.519 toneladas de arqueação bruta, passando a medir 210,7 metros de comprimento, 27 metros de boca e um calado de 6.5 metros. A sua capacidade actual é de 632 passageiros e 375 tripulantes.  

Possui um total de 318 cabines, todas elas suítes, em 6 categorias diferentes, disponibilizadas em 6 dos 8 decks para passageiros.

Quanto a algumas comodidades, podemos salientar a decoração das suas áreas públicas que é pautada por padrões modernos com uma mistura de “art deco”, proporcionando uma interessante mescla de formas e cores. 

É assinalável a qualidade geral deste paquete, com um serviço de excelência, acomodações verdadeiramente requintadas e uma experiência de cruzeiro muito além do normal.

As escalas desta primeira quinzena de Abril terminam no dia 14 com a visita a Ponta Delgada do luxuoso KONINGSDAM, um dos maiores e mais luxuosos navios da operadora Holland America Line. 

Esta paragem na nossa cidade é a primeira de um cruzeiro de 13 noites e que leva este já famoso paquete desde Fort Laudardale, na Florida, porto base da companhia durante o Inverno até ao porto italiano de Civitavecchia, incluindo igualmente no seu trajecto escalas em Málaga e Cartagena em Espanha.

Inaugurado em 2016, foi construido nos estaleiros italianos de Fincantieri, em Marghera, tendo sido madrinha a rainha Máxima da Holanda. Como dimensões possui 296 metros de comprimento e uma boca de 35 metros. Em ocupação normal transporta 2.650 passageiros que poderão chegar aos 3.375 em capacidade máxima, sendo a sua tripulação composta por 730 elementos. Possui 99.836 toneladas de arqueação bruta.

Tal como os restantes navios da companhia a sua decoração é muito sóbria, aonde impera os tons cinza e marrom. 

Os arquitectos e os designers de interiores preocuparam-se em transmitir ao navio um conceito musical muito distinto, bapizando alguns dos deus decks com nomes de famosos compositores de outrora, como Bethoven, Mozart e Gershwin. 

O seu atrium de 3 andares foi concebido com um tecto iluminado a imitar o céu aonde se pode apreciar o movimento das nuvens à deriva, numa atmosfera esplendorosa. 

Em suma um excelente navio de cruzeiros que tem merecido dos críticos da especialidade os melhores elogios.

 

Azores Cruise Club/Para Diário dos Açores

 

Volcanic Charming House inaugurado na Ribeira Gramde

Volcanic Charming House

O vereador da Câmara da Ribeira Grande, Carlos Anselmo, marcou presença na cerimónia de inauguração da Volcanic Charming House, novo empreendimento turístico que integra a rede das Casas da Ribeira Grande e que traduz a crescente aposta que o grupo tem vindo a realizar no concelho.

“A inauguração deste novo espaço reflecte o desenvolvimento e o crescimento da Ribeira Grande a nível turístico e vem reforçar, em particular, o número de camas – que já ultrapassa as oito dezenas – que As Casas da Ribeira Grande disponibilizam no mercado do alojamento turístico”, destacou Carlos Anselmo.

Na ocasião, o vereador “congratulou os promotores pelo investimento realizado” e deu nota da preocupação que a autarquia tem tido em acompanhar o desenvolvimento que o sector tem vindo a conhecer. “A Ribeira Grande tem vindo a afirmar-se como um destino de preferência e é a pensar nesse crescimento que temos investido, em parceria com a escola profissional da Ribeira Grande, em cursos que apresentam uma taxa de empregabilidade elevada e que estão relacionados com o sector, nomeadamente cursos de andares e mesa/bar”, referiu.

 

Paulo Teves é o convidado de honra das Grandes Festas do Espírito Santo da Nova Inglaterra

paulo teves director comunidadesD. Gilberto Décio Cana­varro dos Reis, Bispo Emérito de Setúbal, será o convidado eclesiástico das Grandes Festas do Espírito Santo da Nova Inglaterra.

Nasceu a 27 de Maio de 1940 em Barbadães de Baixo, concelho de Vila Pouca de Aguiar, distrito de Vila Real. Foi ordenado presbítero a 21 de Setembro de 1963 na Diocese de Vila Real.

Estudou Teologia Espi­ritual na Universidade Gregroriana em Roma. Foi Diretor Espiritual no Seminário de Vila Real, professor de Teologia Fundamental. Prefeito de estudos no Seminário do Porto e pároco em Chaves. Desempenhou várias posições administrativas.

Preside pela segunda vez às Grandes Festas do Espírito Santo da Nova Inglaterra.

Paulo Teves, Director Regional das Comunidades do Governo dos Açores, será o convidado civil à 33.ª edição das maiores festas dos portugueses fora de Portugal e que se realizam de 21 a 25 de Agosto de 2019, em Fall River.

Paulo Teves tem sido uma presença anual nas Grandes Festas, desde que foi no­meado para o cargo de di­rector regional das Comu­nidades.

Alfredo Alves será o representante da comuni­dade. Nasceu em São Miguel e veio para os EUA aos 16 anos de idade. Foi conselheiro municipal em Fall River pelo período de 14 anos. Quando o mayor Edward Lambert concluiu o mandado, Alfredo Alves concorreu àquela posição, mas não foi bem sucedido. Foi proprietário da Taba­caria Açoriana.

Portuguese Times sabe também que estará em Fall River, durante as Grandes Festas, o padre Adriano Borges, reitor do Santuário da Esperança em São Miguel, a convite do presidente das Grandes Festas, José Medeiros, de quem é amigo pessoal.

Mais uma manifestação, com cortejo etnográfico num bodo de leite recheado da maior manifestação da cultura popular, com carros alegóricos, carros de bois, ranchos folclóricos e petiscos distribuídos pelo caminho no sábado das festas e uma procissão de coroação, com as mordo­mias, entidades religiosas no Domingo, após a missa solene na Catedral de Fall River.

São estas duas compo­nentes, distintas, mas que se completam que voltaram a ser um contributo ao êxito das festas.

São milhares e tudo leva a crer que sejam milhares este ano, uma cons­tante no decorrer das Gran­des Festas, onde uma vez mais vai haver um pro­grama direccionado à comunidade que corres­ponde à sua pre­sença

Uma comunidade que apoia as festas, que vive as festas e tal como o saudoso Heitor Sousa nos dizia, “hoje todos querem um pe­daço do bolo do su­cesso”.

Vai-se ultrapassar a 33ª edição, quando poucos o previam e muitos o cri­ticaram. 

 

Por Augusto Pessoa

Exclusivo Portuguese Times/Diário dos Açores

Sara Silva alcança prata na final da Taça do Mundo de Cantanhede

sara silva prata cantanhedeApós ter sido 10ª na qualificação da Taça do Mundo de Cantanhede de Ginástica Aeróbica e sem conseguir apuramento directo para a final (apenas são apuradas as primeiras 8 ginastas classificadas na qualificação), Sara Silva (Clube de Actividades Gímnicas de Ponta Delgada) teve mais uma oportunidade de demonstrar que está em excelente forma e que o dia de Domingo foi apenas um dia menos bom.

Sendo que Portugal não garantiu nenhuma final e como país organizador tem direito a um Wild Card, este foi atribuído à Sara, por ter alcançado o melhor resultado nacional nas qualificações. No último dia de prova os nervos estiveram à flor da pele até à actuação da última ginasta, visto que a lusa foi a primeira a pisar o palco na categoria de Individual Feminino. Sara brilhou e surpreendeu todos numa final emocionante, onde se apresentou com uma coreografia complexa mas segura, que lhe valeu 20.300 pontos e a medalha de prata.

O pódio ficou completo com Turquia em 1º lugar (20.700) e Rússia em 3º (20.250).

Conforme disse Sara Silva: “Foi uma enorme felicidade, uma sensação incrível ter subido de um 10° para um 2º lugar e ter partilhado o pódio com duas grandes ginastas de renome mundial. Só tenho a agradecer a grande oportunidade que me foi dada. São horas de trabalho e dedicação finalmente a serem reconhecidas. Os próximos objectivos passam por fazer uma prestação semelhante ou talvez melhor na próxima Taça do Mundo no Japão, dentro de poucos dias, e no Campeonato da Europa, em Maio. Obrigada por todas as palavras de apoio! Vou para casa continuar a trabalhar por estes objectivos, mas desta vez, de alma cheia,” finalizou. 

 

Vasco Cordeiro felicita Sara Silva pela conquista

 

O Presidente do Governo felicitou a ginasta Sara Silva, do Clube de Actividades Gímnicas de Ponta Delgada, pela conquista da Medalha de Prata na Taça do Mundo de Ginástica Aeróbica, que decorreu em Cantanhede.

“Com esta excelente prestação, Sara Silva provou, mais uma vez, que consegue ombrear com os melhores atletas mundiais desta exigente modalidade, atingindo, por mérito próprio, um patamar competitivo que prestigia o desporto açoriano”, sublinhou Vasco Cordeiro.

Na mensagem de felicitações, o Presidente do Governo manifestou-se ainda convicto que este “magnífico resultado de nível mundial” constituirá uma motivação acrescida para novos resultados desportivos que honrarão a Região Autónoma dos Açores.

Governo dos Açores entregou seis viaturas todo-o-terreno à PSP

psp viaturasA Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas entregou ontem, em Ponta Delgada, seis viaturas todo-o-terreno à Polícia de Segurança Pública, num investimento de cerca de 191 mil euros.

“É nosso entendimento que as forças de segurança pública devem ser apoiadas, tendo em consideração o imprescindível serviço público que prosseguem e que, naturalmente, se repercute ao nível da segurança da população açoriana”, frisou Ana Cunha, na cerimónia de entrega das viaturas.

A Secretária Regional salientou que a entrega destas viaturas “está englobada num montante de mais de 1,5 milhões de euros de apoios já atribuídos à PSP, através do Fundo Regional dos Transportes Terrestres, e que visam contribuir para a melhoria da eficácia e eficiência do trabalho” desenvolvido por esta força de segurança.

Os apoios, acrescentou Ana Cunha, “destinam-se não só à aquisição de viaturas e equipamentos diversos, como também à execução de obras de beneficiação e recuperação de infra-estruturas, de que são exemplo as recuperações de instalações policiais nos concelhos de São Roque do Pico, Velas, Madalena, Praia da Vitória, Ponta Delgada e Nordeste, num investimento que ronda os 300 mil euros”.

Ana Cunha referiu ainda que, no âmbito dos equipamentos, “o apoio concedido, de mais de 87 mil euros, destina-se à aquisição de equipamento informático para equipas velocipédicas e equipas de intervenção rápida, para fiscalização de trânsito e também equipamento operacional”.

Para a Secretária Regional, esta parceria e colaboração institucional entre o Executivo e a PSP “representa o que, para o Governo dos Açores, é efectivamente fundamental”, ou seja, que “as forças de segurança nos Açores assegurem e desempenhem as suas funções de organismo de segurança pública com todos os meios técnicos adequados e necessários à cabal prossecução das suas atribuições e competências, em prol dos cidadãos açorianos”.

Nesse sentido, assegurou que o Governo dos Açores tudo fará para “continuar a procurar e a encontrar as melhores soluções para as necessidades demonstradas pelas forças de segurança nos Açores”, a quem deixou um agradecimento pelo “trabalho desenvolvido a favor da população residente e daquela que visita” o arquipélago.