Pólo Local de Desenvolvimento e Coesão Social de Água de Pau terá diagnóstico até final do mês

polo agua de pau pobrezaO Director Regional da Solidariedade Social disse ontem que a equipa do Pólo Local de Desenvolvimento e Coesão Social de Água de Pau, no concelho da Lagoa, terá um diagnóstico das necessidades desta freguesia para o combate à pobreza e exclusão social até ao final de Fevereiro.

Paulo Fontes, coordenador daquele Pólo, falava à margem de uma reunião com a equipa de intervenção e monitorização e após a visita a algumas instituições da localidade, que também contou com a presença da Secretária Regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso, e dos Secretários Regionais da Educação e Cultura, Avelino Meneses, e da Saúde, Rui Luís.

O Director Regional salientou que, logo após o diagnóstico, o plano de acção para Água de Pau será apresentado.

“Esta reunião serviu para estabelecer um contacto local com as entidades da freguesia, no sentido de se apurarem as especificidades concretas, de modo a potenciar o que de bom está a ser feito e, ao mesmo tempo, promover as condições para a criação de novas práticas de inovação, por forma a melhorar os indicadores sociais e a vida destas pessoas”, disse Paulo Fontes.

A Rede de Pólos Locais de Desenvolvimento e Coesão Social, prevista no Plano de Acção 2018-2019 da Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social, foi criada com o intuito de olhar para os territórios a partir do seu interior, identificando as fragilidades e as potencialidades, e capacitando as comunidades para a construção de soluções participadas.

“Esta abordagem facilita a identificação, em cada território, das causas do fenómeno da pobreza, construindo respostas integradas e adaptadas a cada realidade, nomeadamente ao nível da promoção do sucesso escolar e da melhoria das condições de empregabilidade dos jovens e adultos, potenciando os recursos existentes e fomentando a participação de todos na construção de soluções conjuntas”, acrescentou o Director Regional.

Durante a tarde de ontem, Andreia Cardoso, Avelino Meneses e Rui Luís acompanham também a reunião com a equipa do Pólo Local de Desenvolvimento e Coesão Social dos Fenais da Ajuda, assim como a visita a várias instituições desta freguesia do concelho da Ribeira Grande.

Gui Menezes de visita aos EUA para encontrar parcerias para o AIR Centre

gui meneses jornalistasO Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia está de visita ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a Universidade de Massachusetts Lowell, em Boston, nos EUA.

Gui Menezes salientou que esta deslocação aos EUA, que decorre desde ontem e termina hoje, visa “estabelecer contactos com investigadores e projectos” daquelas duas instituições na “procura de potenciais parcerias” para o AIR Centre - Centro Internacional de Investigação do Atlântico.

O programa da visita, na qual o Secretário Regional acompanha o Ministro da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, inclui reuniões com o Director do Centro de Performance Industrial do MIT, Richard Lester, e com a Directora do Programa Apollo no MIT, Dava Newman.

A comitiva portuguesa integra ainda o Presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, Paulo Ferrão, o Director Executivo do AIR Centre, Joaquin Brito, bem como representantes da Universidade do Minho, do Instituto da Ciência e da Inovação para a Bio-Sustentabilidade, da Fibrenamics, do CEIIA - Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel, do TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da ilha Terceira, da DST Group e da Critical Material.

Recorde-se que no início de Janeiro, realizou-se na ilha Terceira a Assembleia Geral do AIR Centre, altura em que o novo Director Executivo deste organismo foi formalmente empossado.

Preço máximo de venda dos combustíveis actualizado nos Açores

gasolinaO preço da gasolina de 95 octanas e do gasóleo rodoviário desceu hoje dois cêntimos por litro, nos Açores.

Esta actualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores abrange ainda o fuelóleo industrial, que também desceu dois cêntimos por quilo.

Assim, a gasolina de 95 octanas passa a custar 1,39 euros por litro e o gasóleo rodoviário 1,26 euros por litro.

Já o fuelóleo industrial passa a custar 0,56 euros por quilo, de acordo com nota divulgada pelo Governo Regional.

O executivo açoriano justifica estas actualizações com “as recentes alterações das cotações de referência dos produtos petrolíferos registadas nos mercados internacionais”.

 

TAP cresceu nos voos para os Açores

tap3A companhia aérea nacional TAP transportou quase 16 milhões de passageiros em 2018, no que foi um crescimento de 10,4% face ao ano anterior. 

Foram as rotas na Europa que contribuíram mais para este aumento, onde a companhia transportou mais 932 mil passageiros do que em 2017. 

Ainda assim, a taxa de ocupação caiu dois pontos percentuais.

 Os aviões da TAP fizeram mais ligações entre cidades portuguesas no ano que passou. 

Os voos entre Lisboa, Porto e Faro ultrapassaram a fasquia de um milhão de passageiros, bem como aqueles entre o continente e os arquipélagos da Madeira e dos Açores, revela a empresa em comunicado.

Os mercados internacionais onde a companhia aérea opera registaram um aumento no número de passageiros transportados, sendo que a TAP destaca a “grande aposta e investimento” no mercado norte-americano, onde cresceram 9,6% para os 800 mil passageiros. 

Também as rotas do Brasil são “determinantes”, com mais 124 mil pessoas a viajar entre as cidades portuguesas e brasileiras do que no ano anterior.

Já a taxa de ocupação dos lugares oferecidos caiu para 81%, “devido a um crescimento da oferta superior ao aumento da procura”, explica a TAP. 

O número de passageiros pagantes por quilómetros voados totalizou os 38 milhões, enquanto os assentos disponíveis fixaram-se nos 47 milhões, em 2018.

Apenas 11,7% das casas à venda nos Açores têm garagem

tabela garagensApenas 11,7% das casas à venda nos Açores têm garagem, avança um estudo realizado pelo ‘Idealista”, o marketplace imobiliário de Portugal.

No arrendamento esta percentagem duplica, chegando aos 23,8%,

Açores, Castelo Branco e Beja é onde é mais difícil comprar casa com garagem e o Porto é o distrito com mais casas à venda com garagem, seguido pela Madeira e Bragança

Numa altura em que em algumas cidades do país é cada vez mais difícil estacionar, apenas um quarto das casas à venda em Portugal tem garagem, segundo o mesmo estudo.

O Porto é o distrito português onde o número de imóveis residenciais à venda com espaço privado para estacionar um veículo é mais elevado, sendo que, 35,1% dos anúncios publicados dispõem desta comodidade. 

Seguem-se a Madeira (31,8%), Bragança (30,4%), Braga (30,1%), Aveiro (30%) e Viseu (26,2%). Por baixo dos 20% situam-se Faro (19,2%), Santarém (18,6%), Viana do Castelo (18,5%), Évora (16,5%) e Guarda (16,1%).    

No lado oposto do ranking estão os Açores, com apenas 11,7%, o valor mais baixo do país, seguido pelos distritos de Castelo Branco (13,2%) e Beja (14,3%).

Já a percentagem de habitação disponível para arrendar uma casa com garagem é ligeiramente mais alta, sendo 31% em todo o país. 

É na Madeira onde o valor é mais elevado com 48,1%, seguido pelo distrito do Porto (40,3%), Aveiro (37,9%) e Braga (32,3%). 

Nos Açores esta taxa situa-se nos 23,8%.