Marta Guerreiro adianta que formação de recursos humanos no turismo abrangeu mais de 800 pessoas em 2019

Marta Guerreiro curso director

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo adiantou, em Ponta Delgada, que a formação de activos realizada durante o ano de 2019 abrangeu mais de 800 pessoas em todas as ilhas dos Açores.

Marta Guerreiro destacou a importância da Escola de Formação Turística e Hoteleira (EFTH) na realização de acções concretas para a qualificação dos recursos humanos, que considerou ser uma das maiores prioridades do Governo dos Açores face às exigências actuais do destino turístico.

No âmbito do projecto de qualificação e valorização Açores - Certificado pela Natureza, já se realizaram 29 acções, com um total de 1.015 horas, abrangendo 364 participantes, repartidos por sete cursos, nas áreas de Técnicas Base de Produção em Cozinha, Novas Técnicas e Tendências de Cozinha, Housekeeping, Softskills – Cliente Interno e Externo, Marketing Digital e Técnicas Base de Restaurante e Bar.

Acresce ainda a formação de 448 formandos, através de 33 acções, num total de 1.050 horas, em áreas como Planeamento e Gestão de Programas de Turismo, Social Media, Estratégia de Venda Front Office, Atendimento, Gestão de Reclamações, Cozinha Criativa, Enologia ou Informação e Promoção da Região.

A titular da pasta do Turismo falava à margem do primeiro dia do curso ‘Hotel Business Management’, dirigido a directores de hotéis, que conta com 20 participantes e decorre até Abril, num total de 300 horas, promovido pela EFTH, em parceria com o Turismo de Portugal.

“Esta é mais uma acção que vem dar seguimento ao trabalho levado a cabo no último ano, precisamente pela importância que as pessoas têm num sector como o turismo”, sublinhou a governante, acrescentando que o curso surgiu de uma necessidade identificada juntamente com os parceiros do sector.

Marta Guerreiro, dirigindo-se aos participantes, sublinhou que “o empenho de cada profissional do sector é preponderante para o sucesso do destino” e para “continuar os bons níveis de desenvolvimento do turismo nos Açores.

“Este sector é feito essencialmente por pessoas, são elas que, com o seu entusiasmo e profissionalismo, garantem que consigamos ter um produto de excepcionalidade”, frisou.

Com este projecto, pretende-se que os formandos fiquem aptos a exercer as funções de Director de Hotel, designadamente ao nível da gestão de operações, da gestão financeira e da gestão de recursos humanos, bem como da comercialização dos produtos turísticos e dos serviços prestados por um hotel.

“Para garantirmos que temos profissionais melhores formados, temos de investir neles e é isso que temos vindo a fazer”, frisou Marta Guerreiro.

Tourism Creative Factory chega aos Açores pela primeira vez

Ponta Delgada2A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo associa-se à ‘Winter Edition’ do Tourism Creative Factory, no âmbito do programa Fostering Innovation in Tourism 2019, que, após quatro edições, chega aos Açores pela primeira vez e será apresentado a 19 de Setembro, em Ponta Delgada.

A sessão de apresentação contará com a participação da Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, do Coordenador Nacional do Tourism Creative Factory, da Directora do Departamento de Inovação e Gestão de Projectos do Turismo de Portugal, da Directora da Escola de Formação Turística e Hoteleira de Ponta Delgada e do Founder da Try Portugal, participante da 1.ª edição do projeto.

O Tourism Creative Factory é um programa de ideação promovido pela GesEntrepreneur com o apoio da Rede de Escolas de Hotelaria e Turismo de Portugal e inclui-se, igualmente, na iniciativa Tourism Training Talents, recentemente premiada pela Organização Mundial de Turismo.

Através da parceria com a Escola de Formação Turística e Hoteleira de Ponta Delgada e com o apoio do Governo dos Açores e outros parceiros regionais, o objectivo é atrair cerca de uma dezena de meia de novos projectos do território, permitindo que os empreendedores açorianos tenham acesso a algumas das melhores práticas dos projectos de ideação e aceleração, adaptados à realidade local.

Este programa de ideação é dirigido a todos os que têm uma ideia na área do turismo e querem contar com o apoio de uma equipa de “business makers”, assim como com uma rede de facilitadores especializada em apoiar ideias a serem transformadas em novas empresas.

O programa de ideação durará cerca de três meses e culminará num ‘Demo-Day Regional’, a decorrer em Dezembro.

Outro factor de diferenciação desta iniciativa são os ‘5 Stars Days’, com especialistas de renome nacional e internacional a partilharem os seus conhecimentos com os projectos e demais interessados nas diversas temáticas, incluindo, por exemplo, ainda este ano, um ‘5 Stars Day’, em Ponta Delgada, com António Paraíso, sobre a temática do Turismo de Luxo.

Operador nacional lança campanha de viagens para os Açores com desconto

Lagoa do canário

O operador turístico Soltrópico lançou para o mercado uma nova campanha que designou “Dieta de Verão”, com reduções nos preços dos seus programas para os Açores, Monastir, Saïdia, Porto Santo e Cabo Verde.

“O acompanhante vai ficar mais leve... mas só no preço”, indica a campanha, onde o operador apresenta descontos no preço da segunda pessoa.

A campanha abrange os programas “Explorar São Miguel”, “Explorar São Miguel e Terceira” e “Circuito Mágico”, que são três pacotes para visitar os Açores, com reduções até 75 euros para a segunda pessoa, o que corresponde a um desconto de 37,5 euros por pessoa em quarto duplo.

O pacote “Explorar São Miguel”, com o desconto, apresenta preços desde 537 euros por pessoa em quarto duplo, com voos, taxas, transferes, seguro de viagem, quarto noites de alojamento, pequeno-almoço diário, uma refeição com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas e entradas no Parque Terra Nostra e na Lagoa das Furnas.

O programa “Explorar São Miguel e Terceira”, por sua vez, começa nos 832 euros por pessoa em quarto duplo, com voos, taxas, transferes, seguro de viagem, cinco noites de alojamento, pequeno-almoço diário, nove refeições com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas e entradas no Algar do Carvão, no Parque Terra Nostra e na Lagoa das Furnas.

O “Circuito Mágico”, que apresenta preços desde 1.130 euros por pessoa em quarto duplo, inclui voos, taxas, transferes, seguro de viagem, sete noites de alojamento, pequeno-almoço diário, 13 refeições com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas, travessia marítima Madalena - Horta - Madalena e entradas no Algar do Carvão, Museu dos Baleeiros, Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos, Lagoa das Furnas e Parque Terra Nostra.

Para Monastir, na Tunísia, a Soltrópico anuncia descontos até 175 euros no acompanhante, o que corresponde a redução de 87,5 euros no preço por pessoa em quarto duplo.

Assim, os programas que o operador tinha no mercado a partir de 545 euros por pessoa em quarto duplo passaram a apresentar preços desde 458 euros, incluindo voos directos TAP de ida e volta à saída de Lisboa, taxas, transferes, sete noites de alojamento em regime de tudo incluído (TI) e seguro de viagem.

Para Porto Santo, os descontos são até 100 euros para o acompanhante, o que corresponde a uma redução de 50 euros no preço por pessoa em quarto duplo. Assim, o ‘preço de chamada’ é de 487 euros por pessoa em quarto duplo, com voos directos de Lisboa e do Porto, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento.

Os descontos também são até 50 euros por pessoa em quarto duplo para Saïdia, passando os pacotes a apresentar preços desde 526 euros por pessoa em quarto duplo, incluindo voos, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento em regime TI.

Outra opção com desconto até 50 euros por pessoa em quarto duplo é a programação para a Ilha do Sal, em Cabo Verde, com voos de Lisboa às terças e voos do Porto às quintas, desde 584 euros por pessoa em quarto duplo, incluindo voos, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento.

Vasco Cordeiro diz que empresários do Faial já investiram 13 milhões de euros na área do turismo

vasco hostel faial

O Presidente do Governo destacou ontem a adesão dos empresários do Faial ao sistema de incentivos ao investimento privado, que já permitiu que tenham sido aprovados, desde 2015, projectos de cerca de 13 milhões de euros na área da restauração e do turismo, sector que tem crescido na ilha acima da média regional.

“Só no Faial, estamos a falar de projectos na área da restauração e do turismo aprovados no âmbito do actual quadro comunitário de apoio, que começou a ser operacionalizado em 2015, num valor de cerca de 13 milhões de euros. Isso é bastante significativo quanto a este clima de confiança que se vive e, também, aos resultados que encorajam este tipo de investimento”, afirmou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo falava após ter visitado a Residência Horta Marina – ‘Internacional Azores Boutique’, um hostel no centro da cidade da Horta que representou um investimento superior a 700 mil euros.

No primeiro dia da visita do Governo ao Faial, Vasco Cordeiro adiantou que este investimento é, assim, um exemplo da adesão dos empresários às linhas estratégicas de financiamento que foram definidas pelo Governo dos Açores, destacando o bom comportamento que se verifica no setor turístico no Faial, à semelhança da Região.

“O Faial, em 2018, cresceu, em termos de número de dormidas, acima da média regional, quase o dobro da média regional. No primeiro trimestre de 2019, esta ilha voltou a crescer acima da média regional”, sublinhou Vasco Cordeiro.

Depois de um crescimento das dormidas, em 2018, na ordem dos 12 por cento, nos primeiros meses de 2019, nas três principais tipologias de alojamento - hotelaria tradicional, turismo em espaço rural e alojamento local - o crescimento foi de 11,3 por cento.

“São investimentos como este, e muitos outros que se localizam no Faial e por toda a Região, que dão consistência prática a este caminho que temos feito de aproveitamento de oportunidades que, no âmbito do turismo, têm surgido”, considerou o Presidente do Governo.

Depois de salientar que o Governo dos Açores “não ignora as situações que necessitam de melhorias”, Vasco Cordeiro adiantou que os números e os investimentos “demonstram este clima de confiança e de concretização” das oportunidades que os empresários estão a fazer destas oportunidades.

“Este é um caminho que temos feito, que vamos continuando a fazer, resolvendo aquilo que é preciso resolver”, frisou o Presidente do Governo.

Ponta Delgada desenvolve aplicação para turistas com informações do concelho

Turistas de cruzeiroA autarquia de Ponta Delgada lançou na Bolsa de Turismo de Lisboa, em Lisboa, um novo portal e uma aplicação digital de Turismo.

O anúncio foi feito pelo presidente José Manuel Bolieiro, que, na ocasião, afirmou ser “uma medida do Município, que permite promover turisticamente todas as freguesias de Ponta Delgada de forma expansiva, ao mesmo tempo que contribui para a evolução progressiva da eliminação da contemplação ignorante”.

“Não é fácil criar estruturas edificadas como os centros interpretativos, mas a informação digital e a tecnologia dos beacons são uma solução. Nós agora, com esta aplicação, temos um centro interpretativo à mão, disponível em qualquer smartphone”, realçou o autarca.

José Manuel Bolieiro terminou a sua intervenção referindo que o aplicativo encontra-se “disponível em várias línguas, permitido os visitantes de diversas nacionalidades programar e conhecer, na sua própria língua, o que vão contemplar e visitar”.

Na ocasião, a assessora da área do turismo da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Rosa Costa, explicou como o portal (www.visitpontadelgada.pt) reúne uma panóplia de “informações que são disponibilizadas ao utilizador, permitindo uma planificação da sua viagem, através da selecção de pontos de visitação e de serviços”.

Quanto à nova aplicação, esta “funciona de forma inovadora através da tecnologia de beacons nos locais visitáveis do concelho. O visitante, depois de descarregar a aplicação, vai poder obter informação, no momento, via bluetooth, sobre o local onde se encontra”, explicou ainda Rosa Costa.

Também na BTL, esteve Nuno Costa Santos, o escritor açoriano que dirigiu a 1.ª edição do encontro “Arquipélago de Escritores” e que agora assume, novamente, as rédeas da segunda edição desta iniciativa da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que conta com a produção da StorySpell (Agência Literária) e com o apoio da FLAD (Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento) e do Governo dos Açores.

Durante a sua intervenção, o responsável fez um pequeno balanço da 1ª . edição do encontro literário, que resultou em 40 eventos com casa cheia, e anunciou as novidades deste ano, lembrando que “Ponta Delgada é ponto de encontro da literatura”.

Quanto às novidades anunciadas para este ano, este evento apresentará o lançamento do prémio nacional “Arquipélago de Escritores”, um documentário sobre Emanuel Félix e a calendarização mais espaçada no tempo dos eventos, permitindo que toda a gente usufrua de todos os momentos.