BE agenda interpelação ao Governo sobre Mar e Ciência

antónio lima BE assembleiaO Bloco de Esquerda vai suscitar uma interpelação ao Governo Regional sobre Mar, Ciência e Tecnologia no plenário da Assembleia Legislativa dos Açores que se realiza na próxima semana.

De acordo com o Bloco de Esquerda, “o mar, a investigação científica e o desenvolvimento tecnológico são pilares fundamentais para o desenvolvimento dos Açores, por isso, o Bloco de Esquerda continua a trazer estas matérias para o centro do debate político, depois de ter realizado um debate de urgência em Dezembro do ano passado, sobre a mesma matéria”.

Entende o BE que é “é fundamental perceber qual é a estratégia do Governo Regional para o Mar e para a Ciência, e qual será o papel dos Açores no âmbito dos sucessivos projectos que têm sido anunciados, como o Observatório do Atlântico ou o AIR Center, entre outros, e quais os mais recentes desenvolvimentos relativamente a cada um destes projectos”.

Candidaturas de Gaudêncio e Nascimento Cabral anunciam mandatários regionais da Juventude

Bandeira psdA candidatura de Alexandre Gaudêncio à Presidência do PSD/Açores anunciou nove mandatários da juventude em representação de cada uma das ilhas dos Açores.

“Os mandatários da Juventude com a sua energia, vitalidade e empenho são um símbolo de que procuramos integrar todos neste projecto e um passo para trabalharmos o futuro do partido a médio e longo prazo”, declarou o candidato social democrata.

Alexandre Gaudêncio acredita que esta medida é uma forma de “aproximar os jovens da política e combater o desinteresse da juventude nesta matéria no arquipélago”, realçou. 

Os rostos da juventude do candidato social democrata são respectivamente: Leonor Batista - Santa Maria; Vitória Raposo - São Miguel; Vitória Silva - Terceira; Daniel Silva - Graciosa; Leandro Castro - São Jorge; Simone Amorim - Pico; Leandro Martins - Faial; Diogo Vieira - Flores e Solange Câmara - Corvo.

Conforme dá conta nota informativa, estes “jovens militantes destacam-se pela sua participação cívica na sociedade e pelas suas várias áreas profissionais”. 

Recorde-se que António Ventura, engenheiro e deputado à Assembleia da República, é o mandatário regional da candidatura do actual autarca à Presidência do PSD/Açores e Eunice Sousa, assistente social e secretária geral da JSD/Açores, foi igualmente anunciada como mandatária regional para a juventude.

 

Nascimento Cabral apresenta dois mandatários

 

Pedro Nascimento Cabral anunciou os jovens Aureliano Miranda, natural de Ponta Delgada, São Miguel, e Diana Brasil, natural de Santo Antão, São Jorge, como mandatários regionais da Juventude pela sua candidatura à Presidência do Partido Social Democrata dos Açores.

Aureliano Miranda, mestre em Relações Internacionais pela Universidade dos Açores, conta como experiência profissional o estágio realizado no Gabinete de Segurança da SATA Air Açores, “tendo mais tarde vencido o concurso público ao estágio promovido pela eurodeputada Sofia Ribeiro no Parlamento Europeu”. 

“Mais recentemente concorri ao programa de estágios PEPAC-MNE, na área de Diplomacia Política e Apoio Consular, tendo sido colocado em missão extraordinária de serviço público durante um ano na Embaixada de Portugal em Seul na República da Coreia”, referiu o mandatário regional da Juventude pela candidatura de Pedro Nascimento Cabral.

Diana Brasil, Presidente da JSD São Jorge, integrou, nas últimas eleições autárquicas, a lista do PSD à Câmara Municipal da Calheta e à Assembleia de Freguesia de Santo Antão, tendo feito um percurso académico, até agora, pela Escola Básica e Secundária da Calheta e pela Escola Básica e Integrada do Topo.

A Mandatária Regional da Juventude pela candidatura de Pedro Nascimento Cabral afirmou que “a minha geração carece hoje de valorização”, defendendo esperar “que um dia sejam dadas condições para que, se assim pretender, qualquer jovem possa voltar a casa e possa fixar-se na sua ilha, depois de concluídos os estudos”.

Segundo Pedro Nascimento Cabral, “o facto destes jovens terem aceite este desafio prestigia o nosso projecto político e acrescenta uma dinâmica ímpar na consolidação da minha candidatura, impulsionando um novo ‘Tempo de Vencer’ que todos ambicionamos”.

Sinaga vai vender património para pagar dívidas

sinaga1O Presidente do Conselho de Administração da açucareira Sinaga assegurou que a empresa “não é um caso perdido”, apesar do passivo na ordem dos 28 milhões de euros, que espera resolver até 2022.

“A Sinaga não é um caso perdido, tem soluções, tem um projecto que está em curso que passa pelo fim da produção de beterraba nesta fábrica, que é obsoleta”, afirmou Paulo Neves, adiantando que a empresa está “a trabalhar seriamente na venda de património para reduzir os custos, para reduzir o endividamento”.

O Presidente do Conselho de Administração da Sinaga falava aos jornalistas após ser ouvido na reunião da Comissão eventual de inquérito ao sector público empresarial regional, na delegação de Ponta Delgada da Assembleia Legislativa Regional.

Paulo Neves admitiu, na ocasião, a resolução do passivo da empresa “até 2022”, através de venda de património da Sinaga na ilha de São Miguel.

“O passivo é de cerca de 28 milhões de euros. Como é do conhecimento público, nós temos um vasto património imobiliário, temos 52 mil metros quadrados quase no centro de Ponta Delgada, temos dez mil metros quadrados na Lagoa, temos propriedades agrícolas, temos 1.200 metros quadrados no centro de Vila Franca do Campo, temos 14 mil metros quadrados nas Capelas”, enumerou, declarando que a Administração está convencida de que “será suficiente para resolver o problema do passivo e permitir à Sinaga enfrentar novos desafios”.

Paulo Neves informou que quer aproveitar “o momento de euforia na área imobiliária” para cumprir o plano de viabilização económica da Sinaga, estabelecido até 2022, admitindo que se não conseguir cumprir esse plano sai da empresa.

“Há um projecto para cumprir. O Governo Regional aprovou esse documento (...). Se eu não consigo fazer aquilo, vou-me embora. Provavelmente o Governo arranjará quem faça melhor”, comentou.

Questionado pelos deputados acerca da necessidade de haver três administradores na açucareira Sinaga, Paulo Neves mantém a defesa dessa solução, mas admitindo a sua redução, dependendo do negócio em que a empresa passará a actuar.

“Não se pode fazer omeletes sem ovos, não se pode encontrar soluções para uma empresa da dimensão da Sinaga com os problemas que a Sinaga tinha e tem sem recursos. Eu continuo a defender a mesma solução que em 2016, três administradores a tempo inteiro para resolver, continuo a defendê-la e claramente que foi uma boa solução”, sublinhou.

A açucareira Sinaga tem 67 trabalhadores. 

Neste momento, seis estão de licença prolongada ou baixa e 34 estão requisitados por diversos departamentos governamentais.

A Região Autónoma dos Açores comprou, em Fevereiro de 2010, por 800 mil euros, 51% do capital da açucareira Sinaga, a única empresa transformadora de beterraba em Portugal.

PSD/Açores quer explicações sobre presença de amianto em equipamentos públicos

Catarina Chamacame Furtado psdO Grupo Parlamentar do PSD/Açores requereu, com urgência, a audiência em Comissão da Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, para prestar esclarecimentos sobre instalações, estruturas, edifícios ou equipamentos, afectos à administração regional autónoma, que incorporem produtos contendo amianto.

Para os social democratas, “o governo regional deve explicações aos açorianos”, nomeadamente “a todos os utilizadores habituais de edifícios ou equipamentos que ainda contenham amianto, sabendo-se que a sua utilização foi proibida e que é um material que contém agentes cancerígenos”, refere a deputada Catarina Chamacame Furtado.

A parlamentar recorda que, em 2014, “foram aprovados 26 milhões de euros de investimentos públicos que previam, entre outras obras ou intervenções, a remoção do amianto de todas as escolas da Região até 2017”.

Mais adianta que tais investimentos “estavam previstos e devidamente calendarizados na Carta Regional das Obras Públicas, tendo-se antecipado os prazos máximos definidos para a remoção de amianto das seis escolas dos Açores onde aquele material foi identificado (Calheta, Capelas, Rabo de Peixe, Lagoa, Arrifes e Canto da Maia, esta em Ponta Delgada)”.

Segundo Catarina Chamacame Furtado, “foi a própria Secretaria Regional da Educação, em 2014, quem garantiu que naquelas escolas, as obras para remoção de amianto estariam concluídas em 2017.  Acontece que não estão, e queremos saber em que ponto está a situação”, explica.

O pedido do PSD/Açores visa igualmente conhecer “o inventário regional actualizado de todos os edifícios que incorporem produtos contendo amianto, com indicação da data da última versão desse documento”, bem como obter “uma lista detalhada dos equipamentos escolares, incluindo creches e jardins-de-infância, lares de idosos e residências assistidas, equipamentos de saúde e desportivos, em que a remoção do amianto ainda não tenha sido concluída”, conclui a deputada.

Delegados socialistas e independentes debatem futuro dos Açores no Congresso do PS

Vasco Cordeiro - jornadas PSO PS/Açores reúne em Congresso Regional nos próximos dias 14, 15 e 16 de Setembro, na Praia da Vitória, na ilha Terceira. “A Moção Global de Orientação Global – Pelos Açores, Com os Açorianos – vai ser debatida pelos mais de 300 delegados do PS/Açores”, adiantou Sérgio Ávila, Presidente da Comissão Organizadora do Congresso.

A 17ª edição da reunião magna dos socialistas vai juntar 345 delegados (243 eleitos e 102 inerentes) das 9 ilhas dos Açores (137 de São Miguel; 97 da Terceira; 35 do Pico; 23 de São Jorge; 20 do Faial; 13 das Flores; 8 de Santa Maria; 7 da Graciosa; 5 do Corvo).

Sérgio Ávila destacou, também, a participação de alguns oradores independentes, entre os quais Paulo Madruga do ISEG (Instituto Superior de Economia e Gestão) e Duarte Pimentel, Doutorado em Gestão e Economia pela Universidade dos Açores. “Contamos com as suas perspectivas e os seus contributos para esta discussão sobre o futuro dos Açores e dos açorianos”.

O Presidente do PS/Madeira é outros dos convidados do Congresso Regional que inclui, também, uma homenagem ao Fundador do Partido Socialista, Mário Soares.

Mais Lidas nos últimos 3 dias

Condutor detido com 2,94 g/l de álcool no sangue
terça, 13 novembro 2018, 00:00
Faleceu o deputado do PSD/Açores Paulo Parece
terça, 13 novembro 2018, 00:00