Paróquia dos Remédios envia material escolar para crianças de Moçambique

Material para moçambique

Oitocentas mochilas escolares, roupas e outros bens essenciais chegaram a Moçambique este verão no âmbito do projecto Missão Sorrir Moçambique desenvolvido pela paróquia de Nossa Senhora dos Remédios na Povoação, ilha de São Miguel.

“Este projecto surgiu na sequência de um projecto de geminação entre as paróquias de Nossa Senhora dos Remédios, na Povoação e a da Sagrada Família em Maxixe, uma das zonas afectadas pela passagem de um furacão em 2017” adiantou ao portal Igreja Açores o Padre André Resendes, o principal responsável pela iniciativa. “No início percebemos que era necessário ajudar cerca de 250 crianças e as suas famílias a acederem a materiais escolares para recomeçarem o novo ano lectivo mas a generosidade quer dos açorianos residentes na ilha de São Miguel quer dos açorianos da diáspora fizeram com que triplicássemos a ajuda não só em termos de material escolas, como de bens essenciais e ainda alguma ajuda financeira para reconstruir escolas e capelas”, esclareceu o pároco da paróquia de Nossa Senhora dos Remédios.

O contentor com estes materiais, chegou ao território moçambicano este verão e, depois do sucesso desta iniciativa, estás prestes a começar uma nova fase de angariação de fundos para garantir o financiamento de 30 bolsas de estudo para jovens moçambicanos prosseguirem os estudos superiores.

Operação “Verão Seguro” da PSP resultou em 284 detenções nos Açores

PSP3A operação “Polícia Sempre Presente – Verão Seguro 2019”, levada a cabo pela PSP, resultou em 284 detenções nos Açores. A acção ocorreu entre 15 de Junho e 30de Setembro e estendeu-se a todo o território nacional.

Nas ilhas açorianas, a PSP avança que foram  realizadas 585 operações e um total de 284 detenções, “das quais 79 em cumprimento de mandados de detenção, 4 por posse de arma, 27 por tráfico de estupefacientes, 81 por condução de veículo sob a influência de álcool, 44 por condução de veículo sem habilitação legal, 11 por desobediência, 3 por agressão a Agentes de Autoridade, 5 por furto, 5 por roubo e outras”.

Segundo avança fonte policial, foram apreendidas 33 viaturas, 62 documentos e 13 armas e ainda “2475 doses de droga, das quais 41 de cocaína, 1678 de heroína, 676 de heroína e 1 de ecstasy.

No âmbito da operação, 13484 viaturas foram fiscalizadas, “tendo sido levantados 2668 autos por infracções rodoviárias, das quais 42 por falta de seguro, 34 por falta de inspecção, 41 por condução de veículo sem fazer uso de acessório de segurança obrigatório, 46 por manuseamento de telemóvel durante a condução do veículo, 5 por não utilização de dispositivo de retenção de criança, 14 por desrespeito da sinalização semafórica, 557 estacionamentos irregulares e outras”.  

Foram ainda detectados 573 condutores em excesso de velocidade, 45 dos quais com infracções leves, 512 com infracções graves e 16 com infracções muito graves.

Neste período foi ainda solicitada à PSP a vigilância a 128 residências, “não tendo sido detectadas quais quer ocorrências”.

Segundo salienta a PSP, as acções realizadas ao longo dos últimos três meses e meio, no âmbito da operação “Polícia Sempre Presente – Verão Seguro 2019”, “visaram, acima de tudo, o aumento do sentimento de segurança em zonas balneares, áreas turísticas e comerciais e residenciais, bem como nos principais eixos rodoviários sob a sua responsabilidade, assegurando nesses locais, um elevado índice de visibilidade policial e prevenção criminal”.

 

Raquel Tavares actua no Coliseu Micaelense a 5 de Outubro

coliseu micaelenseÉ já a 5 de Outubro, às 21h30, que Raquel Tavares, acompanhada pela Sinfonietta de Ponta Delgada, actua no palco do Coliseu Micaelense. Os preços dos bilhetes oscilam entre os 12 e os 15 euros.

Considerada como uma das mais importantes vozes do fado contemporâneo, Raquel Tavares faz mesmo questão de salientar que é o fado que “faz pulsar o coração e dá sentido à vida”. 

De resto, o fado acompanha Raquel Tavares desde criança, altura em que pisou um palco pela primeira vez.

Desde cedo que a fadista começou a encantar as mais importantes salas de países como os Estados Unidos da América, Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Brasil, Argentina, China ou Austrália.

No seu terceiro disco, “Raquel”, o fado continua a ser a essência, não obstante o facto de reflectir a pulsação do presente, com uma enorme colecção de canções produzidas por Fred Pinto Ferreira, João Pedro Ruela e Tiago Bettencourt.

Depois do grande sucesso de “Raquel”, da realização de concertos de norte a sul de Portugal e de lotar os coliseus de Lisboa e Porto, o final de 2017 ficou marcado pelo lançamento de “Roberto Carlos por Raquel Tavares”, o seu disco de homenagem a um dos maiores artistas  de expressão portuguesa, que conta com as participações de Caetano Veloso e de Ana Carolina, e que já é platina.

 

Várias detenções por tráfico de droga na Lagoa, Maia e Angra do Heroísmo

algemas3A Esquadra da PSP da Lagoa deteve, por tráfico de estupefacientes, um indivíduo do género masculino, de 19 anos de idade, tendo sido apreendidas 10 doses de haxixe.

Por sua vez, a PSP da Esquadra da Maia, na sequência de diligências de investigação pela prática do crime de tráfico de estupefacientes e após efectuada busca domiciliária, deteve um indivíduo do género masculino, de 58 anos de idade, tendo sido apreendidas 7 doses de heroína e 11 doses de cannabis sativa L.

A Esquadra de Angra do Heroísmo, na sequência de uma ação de policiamento junto aos estabelecimentos de ensino, procedeu ontem à detenção de um indivíduo do género masculino, de 20 anos de idade, pelo crime de tráfico de estupefaciente.

Na sequência desta detenção foram apreendidas cerca de 257 doses individuais de haxixe bem como quantias em numerário e outros itens relacionados com a prática do ilícito ou tidos por proventos do mesmo, como documenta a foto que publicamos.

Roubos na Ribeira Grande

 

Entretanto, PSP da Esquadra da Ribeira Grande deteve um indivíduo do género masculino, de 36 anos de idade, por tentativa de furto no interior de residência. 

O detido já referenciado pela Polícia, é suspeito de ter cometido outros furtos da mesma qualidade nas últimas semanas na área da Ribeira Grande.

Presente perante a competente Autoridade Judiciária foi-lhe aplicada a medida de coacção de prisão domiciliária. 

 

Detenções no Faial

 

Na Esquadra de Investigação Criminal da Horta, no âmbito de um mandado de detenção e condução, foi detido e conduzido ao estabelecimento prisional da Horta, um indivíduo do género masculino, de 46 anos de idade, para cumprimento da pena de prisão efectiva de 2 anos e 6 meses, em consequência da prática de diversos ilícitos criminais contra o património.

Ainda na Esquadra da Horta, no âmbito da resolução de uma ocorrência, foi detido um indivíduo do género feminino, de 17 anos de idade, por ofensas à integridade física a indivíduo do género feminino de 16 anos de idade. A detida foi presente ao Juízo de Competência Genérica da Horta, para submissão a 1º interrogatório e aplicação de medidas de coacção. 

 

Conferência internacional sobre os sem abrigo em Ponta Delgada

sem abrigoA Câmara Municipal de Ponta Delgada vai organizar, a 17 de Outubro, no Auditório Municipal Natália Correia, na Fajã de Baixo, uma conferência internacional sobre os sem abrigo.

Subordinada ao tema geral “Inovação Social na Intervenção com População Sem Abrigo”, a iniciativa ocorre na data em que se assinala o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.

A sessão de abertura, liderada pelo autarca do município de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, está agendada para as 09h30 e conta com a presença do embaixador Pedro Catarino, Representante da República para os Açores, e de um representante da Secretaria Regional da Solidariedade Social.

“A Problemática e a Realidade nos Açores dos Sem Abrigo - Modelos de Intervenção” é o tema do primeiro painel, que tem início às 11h15, com moderação da editora e jornalista Paula Gouveia.

Em debate estará “A pobreza nos Açores: Contexto, desafios e o caso dos sem abrigo”, por Fernando Diogo, director do mestrado em Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade dos Açores, e “A arte participativa: Uma ferramenta no combate à pobreza e exclusão social”, por Eduardo Marques, director do curso de Serviço Social da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, também da mesma academia.

O segundo painel, intitulado “Estratégias para a População Sem Abrigo: Uma Perspectiva Internacional”, começa às 14h30 e tem como moderador Osvaldo Cabral, director do jornal Diário dos Açores. Em cima da mesa estarão temas como “Projectos de Housing First no Canadá e Estados Unidos: Implementação, avaliação e disseminação”, por Geoffrey Nelson, da Wilfrid Laurier University, no Canadá, e “Housing First no contexto Europeu: Apresentação dos resultados do projeto Home_EU/Horizonte 2020”, por José Ornelas, do ISPA- Instituto Universitário de Portugal. Os painéis encerram com debate.

A sessão de encerramento está marcada para as 16h00 e será presidida pela vereadora da Acção Social, Maria José Lemos Duarte, contando ainda com a presença de Hélder Fernandes, membro da Direcção Novo Dia – Associação para a Inclusão Social.

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza foi comemorado oficialmente pela primeira vez em 1992, com o objectivo de alertar a população para a necessidade de defender um direito básico do ser humano. 

Todavia, já a 17 de Outubro de 1987 o fundador do Movimento Internacional ATD Quarto Mundo, Joseph Wresinski, convidou os cidadãos a manifestarem-se em defesa das vítimas da fome e da pobreza em Paris, cidade onde já tinha sido assinada a Declaração Universal dos Direitos Humanos. A este apelo responderam cem mil pessoas. Foi no ano 2000 que 193 países membros das Nações Unidas e várias organizações internacionais definiram a erradicação da pobreza e da fome como um dos oito objectivos de desenvolvimento do milénio.