Detido homem no Faial suspeito de crimes de abuso sexual de criança

PJ1A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um indivíduo do sexo masculino, pela presumível prática de múltiplos crimes de abuso sexual de criança, na sua forma agravada.

De acordo com a PJ, “os abusos iniciaram-se em 2014, quando a vítima, uma menina, tinha apenas 6 anos de idade, na ilha do Faial, num contexto de proximidade familiar e vizinhança, tendo-se o suspeito aproveitado desses factos, para a molestar sexualmente, de forma reiterada ao longo dos anos”.

A investigação, permitiu ainda apurar, que o suspeito já tinha histórico de abusos intrafamiliares.

O detido, com 57 anos de idade, já foi presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas coactivas tidas por adequadas.

Atendimento da RIAC reforçado através de Chat, Skype ou Facebook

riacO Vice-presidente do Governo apresentou ontem, em Angra do Heroísmo, os novos meios digitais de atendimento ao cidadão, como o Chat, o Skype e o Facebook, disponibilizados pela RIAC - Rede Integrada de Apoio ao Cidadão, sublinhando o “enorme sucesso e adesão” dos açorianos a esta rede.

“No último ano, a RIAC fez 752 mil atendimentos, ou seja, em média, cada açoriano recorreu, pelo menos, três vezes à RIAC, o que representou um crescimento de 13% face ao ano anterior”, frisou Sérgio Ávila.

O Vice-presidente, que falava durante a visita a uma loja da RIAC para apresentação dos novos meios digitais disponibilizados por esta rede de apoio ao cidadão, adiantou também que, face a 2016, registaram-me mais 85 mil atendimentos em 2017, valor que considerou “muito relevante”, garantindo, por outro lado, que não há nenhum serviço no país que, em média, seja contactado três vezes por um residente no período de um ano.

“A RIAC é, neste momento, sem margem para dúvidas, o serviço da administração pública na Região com maior atendimento e maior adesão por parte dos açorianos”, assegurou, acrescentando que, actualmente, esta rede de apoio ao cidadão “presta 532 serviços diferenciados, de 65 entidades”.

“Neste contexto, e tendo em conta que, até este momento, a disponibilização desses serviços é feita nos balcões espalhados pelas nove ilhas e através de uma linha verde de acesso gratuito, e considerando as novas tecnologias e plataformas digitais, assim como a mudança que ocorreu na forma de comunicação e acesso à informação, entendemos que a RIAC também se devia adaptar a estes novos tempos”, disse.

Segundo o Vice-presidente do Governo, a RIAC disponibiliza os serviços que estão disponíveis nas 54 lojas ou na linha verde através de plataformas digitais como o Chat, o Skype ou o Facebook, permitindo aos cidadãos um acesso de forma mais cómoda e abrangendo um público ainda mais vasto e diversificado.

 O call center e estes canais digitais estão disponíveis todos os dias, funcionando o serviço das 9h00 às 22h30, de Segunda-feira a Sábado, e das 10h00 às 22h30, nos Domingos e feriados.

Câmara de Ponta Delgada esteriliza todos os cães e gatos do Centro de Recolha Oficial

Cão - canilA Câmara de Ponta Delgada assinou com todas a clínicas veterinárias de São Miguel, exceptuando a do Nordeste, um contrato de prestação de serviços, ao abrigo do qual todos os animais do Centro de Recolha Oficial de Ponta Delgada (CRO) são esterilizados. Numa primeira fase, procedeu-se à esterilização de todos os cães e gatos residentes no CRO sendo, agora, esterilizados apenas os que derem entrada naquele centro de recolha. Neste sentido, os adoptantes têm a hipótese de levar o animal, de forma gratuita, já esterilizados, desparasitados, vacinados e com identificação electrónica. 

“Não compre, adopte. São tantos a precisar de si!” é a mensagem que o CRO pretende transmitir com a assinatura do já mencionado contrato de prestação de serviços.  Este projecto de esterilização abrange, também, as colónias de gatos errantes que se encontrem em todas as localidades do concelho de Ponta Delgada. 

A campanha de esterilização surge da premente necessidade do CRO de Ponta Delgada ir ao encontro dos novos paradigmas traduzidos na legislação vigente, na qual a esterilização como meio de controlo da natalidade irá substituir-se à eutanásia no controlo das populações de cães e gatos. 

O enorme flagelo do abandono que acontece no concelho de Ponta Delgada e, de forma transversal, em todos os municípios do país, faz com que se mobilizem recursos materiais no sentido de demonstrar à população em geral a importância da esterilização como uma ação fundamental para a melhoria das práticas do bem-estar animal. 

A Câmara de Ponta Delgada encetou mais esta medida para complementar outras anteriormente implementadas e no sentido de garantir que o CRO de Ponta Delgada se antecipa à entrada em vigor da legislação do abate zero que tem uma moratória até 2022, para a Região Autónoma dos Açores. 

Partida de Bisca dos 3 nos Açores para marcar presença na 10ª edição do Wine in Azores

bisca dos tresDepois do sucesso da primeira Bisca, o jogo continua!

Desta vez os tre?s – Nuno Nobre, gastro?nomo; Lui?s Rodrigues, chef da Pousada de Lisboa (Pestana Hotels) e Vasco Lello, chef do Memmo Pri?ncipe Real Hotel – va?o ate? aos Ac?ores para uma partida no Wine in Azores.

Assim, de 19 a 21 de Outubro, em São Miguel, num pop up que promete surpreender (showcookings, tertu?lias com figuras do universo gastrono?mico, entre outras iniciativas), vai poder provar-se um menu inspirado na cozinha tradicional do arquipe?lago ac?oreano em geral e da ilha de Sa?o Miguel em particular que tem como ponto de partida produtos regionais como o peixe (fresco e seco), o queijo, a carne de vaca, massa sovada, va?rios tipos de legumes e a ta?o local ac?afroa (uma especiaria que da? um sabor u?nico aos alimentos).

Lado a lado com mais de uma centena de produtores de vinho que marcam presenc?a na 10.ª edic?a?o do Wine in Azores, a ementa da Bisca dos 3 vai incluir duas sopas – Sopa de Peixe Seco da Graciosa e Sopa da Pedra Vulca?nica – e as ja? famosas sandes Bisca mas desta vez servidas no bolo le?vedo da regia?o. E? o caso da ce?lebre Trifana de Porco (um absoluto e?xito na primeira Bisca realizada na Mouraria em Junho passado), da Alcatra (com cortume e maionese de pimenta da terra), da Mi?stica de Vaca (com ilha 24 meses e presunto de vaca) e do Prego de Lombo ac?oreano (com manteiga de alho e ac?afroa). Mais ha? mais: Picapau de Polvo (com vinho de cheiro, linguic?a e inhame), Chicharrinho & Chips (com maionese de algas) e outras surpresas que va?o variando conforme a inspirac?a?o dos 3 da Bisca e dos produtos locais disponi?veis.

No Wine em Azores vai ser assim. Para 2019 ja? esta?o a ser planeadas novas “partidas” da Bisca que va?o desafiar a criatividade dos tre?s mentores e as papilas gustativas de quem faz questa?o de “ir a jogo”.

60% das medidas do Plano de Acção de Combate à Pobreza nos Açores estão em curso

Plano combate à pobreza - reuniãoJá estão em curso 60% das 83 acções previstas no I Plano Bianual 2018-2019 de Combate à Pobreza e à Exclusão Social, anunciou ontem o Governo açoriano.

Segundo revelou a Secretária Regional da Solidariedade Social, em Angra do Heroísmo, “houve um primeiro momento de balanço, em que foi apresentado o desempenho dos vários órgãos responsáveis pela implementação de cada uma das acções, sendo que uma das primeiras conclusões é que, nesta fase, temos 60% das medidas previstas no plano bianual em curso, o que já é um nível satisfatório”.

Andreia Cardoso falava à margem de uma reunião entre o Conselho Estratégico e a Comissão Científica da Estratégia Regional de Combate à Pobreza e à Exclusão Social. “A destacar, por exemplo, temos a medida que diz respeito à parceria de intervenção comunitária, desenvolvida pela Solidariedade Social e pela Educação, um projecto nas escolas com vista à melhoria do sucesso escolar dos alunos, que já decorreu na Lagoa e que, este ano, avançamos para o Nordeste e para a Povoação”, salientou a governante, referindo-se ao projecto ‘Escola Família e Comunidade’.

Na área da Saúde, a Secretária Regional destacou “o alargamento da saúde escolar aos centros de desenvolvimento e inclusão juvenil, que é uma medida nova e que já se encontra em concretização”.

Andreia Cardoso referiu, no entanto, que o encontro de ontem também se destina a “avaliar os constrangimentos até agora detectados pelo Conselho Estratégico”, para que seja possível encontrar, com a Comissão Científica, “aquelas que podem ser as soluções para ultrapassar estes constrangimentos”, designadamente assegurar que “todas as pessoas que têm responsabilidades na execução do plano bianual efectivamente se encontram mobilizadas para a execução das acções que têm sob a sua responsabilidade”.

Outro factor relevante, referiu a Secretária Regional, é “fazer chegar a informação à população de que o plano bianual está em execução, aspecto essencial até para garantir o envolvimento de todos os parceiros”, adiantando que o Governo dos Açores já deu início a um ciclo de encontros públicos que pretendem, precisamente, dar a conhecer o documento, tendo já decorrido os primeiros encontros nas ilhas das Flores e do Corvo.

No encontro realizado esta quarta-feira em Angra do Heroísmo, em que participam elementos de todos os departamentos governamentais envolvidos na estratégia, assim como todos os elementos da Comissão Científica que acompanha a sua implementação, o Governo dos Açores realiza, assim, um balanço da execução do I Plano Bianual 2018-2019.