Black Watch traz hoje 610 turistas a Ponta Delgada

Black-Watch-Fred-OlsenHoje, pelas 9h30m, 610 passageiros são aguardados no Terminal de Cruzeiros das Portas do Mar, a bordo do cruzeiro Black Watch. 

Cerca das 18h00 o navio irá zarpar de Ponta Delgada com destino à Horta. 

Na cidade faialense estima-se que efectue manobra de amarração pelas 7h00m.

 O Black Watch tem largada agendada para as 15h de amanhã e vai navegar com destino a St. George, nas Bermudas. 

O Black Watch é um dos navios da popular operadora inglesa Fred Olsen Cruise Line.

Esta escala é a primeira de um extenso itinerário de 108 noites à volta ao mundo denominado “Wonders of the World”, e levará aquele navio  percorrer os diversos pontos do globo, aonde fará 45 escalas em alguns dos mais paradisíacos portos nas Caraíbas, Pacífico e Indico.

O Black Watch foi construído nos estaleiros Wartsila, em Helsínquia, na Finlândia, em 1972, para a extinta operadora Royal Viking Line, com o nome de Royal Viking Star, onde se manteve até 1991. 

Entre 1991 e 1994 passou a fazer parte da Norwegian Cruise Line. Depois de uma breve passagem pela Royal Cruise line entre 1994 4 1996  foi adquirido pela Fred Olsen  e renomeado com o actual nome.

Possui 28.613 toneladas de deslocamento, tendo como comprimento 205,7 metros de comprimento, 25,2 metros de boca e um calado de 7,55 metros. 

Tem capacidade de alojamento para 820 passageiros e 415 tripulantes.

 

PSP detém nos Arrifes suspeito de tráfico de droga foragido há dois meses

PSP3Um homem de 37 anos de idade foi detido pela Polícia de Segurança Pública (PSP), na semana passada, nos Arrifes, por suspeitas da prática dos crimes de tráfico de estupefacientes, posse de arma proibida, resistência e coacção sobre funcionário e um crime de evasão.

“O agora detido encontrava-se foragido e escondido em local incerto há cerca de dois meses, altura em que, após ter sido detido em flagrante delito por polícias da EIC [Esquadra de Investigação Criminal] numa operação então feita, conseguiu fugir”, explica a PSP, em comunicado.

A detenção feita na passada semana ocorreu na sequência de uma operação policial que, entre outros meios, compreendeu a realização de duas buscas domiciliárias.

Presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada, ficou sujeito à medida de coacção de prisão preventiva

Na mesma semana, a PSP também da Esquadra de Investigação Criminal procedeu à detenção de outro homem, de 50 anos, suspeito da prática de um crime de tráfico de estupefacientes

“A detenção ocorreu em Ponta Delgada após o suspeito ter sido encontrado, em flagrante delito, na posse de 140 doses de haxixe”, informa a PSP.

O indivíduo, que já tinha antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foi presente a primeiro interrogatório judicial e ficou sujeito à medida de coacção de prisão domiciliária.

 

Cinco furtos no Nordeste

 

Entretanto, no Nordeste, a PSP identificou e constituiu como arguido um homem de 55 anos, no decurso de uma investigação relativa a cinco furtos ocorridos naquele concelho.

“No decurso de diligências de investigação, relativas a cinco furtos qualificados, de electrodomésticos, ferramentas eléctricas e de material de construção civil, ocorridos no concelho de Nordeste, a Brigada de Investigação Criminal da Esquadra do Nordeste, em colaboração com uma equipa da Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada, procedeu ao cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão, emanados pela Autoridade Judiciária competente, visando residências nos concelhos de Ponta Delgada e Nordeste”, refere fonte da PSP.

No decurso das buscas, foram apreendidos 72 artigos, no valor de cerca de 3500 euros, que “pelas características apresentadas, indiciaram estar relacionados com os ilícitos criminais em investigação, sendo posteriormente devidamente reconhecidos pelos seus legítimos proprietários, lesados nos autos”, acrescentou ainda a PSP.

Entretanto, entre os dias 5 e 7 de Janeiro, foram detidos seis condutores alcoolizados na ilha de São Miguel, com taxas de álcool no sangue entre os 1.20 e os 2.30 g/l, e dois indivíduos por violência doméstica, um em Ponta Delgada e outro nas Capelas.

Cuca Roseta actua na Gala de Beneficência de Ponta Delgada

cuca rosetaA fadista Cuca Roseta vai estar no dia 19 de Janeiro, pelas 21h30, no Coliseu Micaelense, para a sexta edição da Gala de Beneficência da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

Os bilhetes para esta gala, que constitui um evento de carácter social e cultural, começam a ser vendidos a partir de amanhã, dia 5 de Janeiro, entre as 13 e as 19 horas, na Bilheteira do Coliseu Micaelense, com um preço único de 10 euros. 

“Sendo esta uma gala solidária, criada em 2013 com o objectivo de ajudar a angariar donativos para as várias instituições particulares de solidariedade social do concelho, este ano não podia ser diferente e por isso a receita da bilheteira reverte a favor do Grupo de Amigos da Pediatria do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada”, informou a autarquia, em comunicado.

De recordar que a artista portugesa Cuca Roseta iniciou a sua carreira artística em 2011, lançando o seu primeiro disco, que foi produzido por “um dos mais célebres e aclamados produtores do mundo, Gustavo Santaolalla, detentor de vários Óscares e Grammy’s”, frisa a mesma fonte, que salienta que, deste então, a fadista “tem feito um percurso notável no mundo da música, lançando discos e pisando os mais importantes palcos do país e do mundo, mostrando a sua voz e toda a sua arte”. 

Bilhetes para Bailes de Carnaval do Coliseu Micaelense começam hoje a ser vendidos

Carnaval no coliseuA venda dos bilhetes para os Grandes Bailes de Carnaval de 2018 do Coliseu Micaelense começa já hoje, 4 de Janeiro, a partir das 13h00.

Os ingressos podem ser adquiridos através da bilheteira online BOL ou, presencialmente, na bilheteira do Coliseu Micaelense, que funciona de Terça a Sexta-feira das 13h00 às 19h00 e aos Sábados das 14h00 às 19h00.

Como habitualmente, o preço dos bilhetes varia entre os 30 e os 300 euros. Para o Baile de Sexta-feira, 9 de Fevereiro, o bilhete individual custa 35 euros, uma mesa de pista (4 pessoas) irá ser vendida por 180 euros, uma mesa de 2º balcão (4 pessoas) por 200 euros e as do 1º balcão (6 pessoas) ou camarote (6 pessoas) por 300 euros.

Já para o Baile de Segunda-feira, 12 de Fevereiro, o bilhete individual será vendido a 30 euros, as mesas de pista (4 pessoas) por 160 euros, as mesas de 2º balcão (4 pessoas) por 180 euros e as de 1º balcão (6 pessoas) ou camarote (6 pessoas) por 270 euros.

Relativamente à animação musical, o baile de Sexta-feira conta com as actuações da “Banda.com”, “Banda 8”, “DJ EL Loco” e “DJ Matti”, enquanto o  baile de Segunda-feira será animado por “Fernando Pereira & Orquestra Ligeira de Ponta Delgada”, “Banda 8” e “DJ Groove Keeper’s”.

Mais de três mil doses de droga apreendidas pela PSP na operação “Festas Seguras”

PSP3A Polícia de Segurança Pública (PSP) apreendeu mais de três mil doses de droga nos Açores, no âmbito da operação “Festas Seguras 2017”, que decorreu entre 11 de Dezembro de 2017 e 2 de Janeiro de 2018.

De acordo com a PSP, foram apreendidas 11 doses de haxixe, 3029 doses de heroína e 118 doses de outros tipos de produto estupefaciente.

Segundo foi avançado pela força policial em comunicado, naquele período, foram realizadas 168 operações e fiscalizações, nomeadamente a vigilantes de segurança privada em estabelecimentos de dança, fiscalização rodoviária e operações conjuntas, tendo sido detidos 49 indivíduos.

Entre as detenções, 15 ocorreram em cumprimento de mandado de detenção, 15 foram por condução sob o efeito do álcool, seis por condução sem habilitação legal para o efeito, quatro por tráfico de estupefacientes,  duas por desobediência, duas por furto e uma por agressão a um agente policial.

Os resultados da operação revelam ainda que foram fiscalizados, entre 11 de Dezembro e 2 de Janeiro, 4022 veículos e registadas 684 infracções, entre as quais a PSP destaca 19 por condução sob a influência de álcool, 6 por falta de seguro, 10 por falta de inspecção periódica obrigatória, 22 por falta de uso do cinto cinto, nove por uso de telemóvel durante a condução, uma por falta de sistema de retenção de criança a viajar sem cadeirinha adequada (sistema de retenção, uma por falta de triângulo de pré-sinalização, quatro por falta de iluminação na viatura.

Foram ainda detectados 408 por estacionamentos irregulares e registadas mais duas infracções por desobediência à ordem de paragem do agente fiscalizador, um por alteração das características do veículo e outras.

A mesma fonte avança que a PSP apreendeu também, no âmbito da mesma operação, quatro viaturas e 15 documentos, a par de duas armas brancas. Foram igualmente registadas 10 infracções ao funcionamento de estabelecimentos e identificados 37 indivíduos por consumo de estupefacientes, “o que consequentemente originou na elaboração dos correspondentes autos de notícia por contraordenação, bem como foram notificados para comparecerem na Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência”, informou a PSP. Durante o mesmo período, foram também registados 74 pedidos de vigilância a residências, sendo que nenhuma foi alvo de furto.